07.01.2021  /  13:39

Rainha da Dinamarca deixa Elizabeth II para trás e se torna a primeira royal na Europa a tomar a vacina da Covid-19

Margarida II, Rainha da Dinamarca || Créditos: Getty Images/Patrick van Katwijk

Enquanto o mundo quer saber quando a rainha Elizabeth II vai tomar a vacina da Covid-19, outro membro real tomou a dianteira. A Rainha Margarida II da Dinamarca, de 80 anos, foi a primeira royal na Europa a ser imunizada. “Sua Majestade, a Rainha, foi vacinada hoje contra a Covid-19. A rainha será revacinada em cerca de três semanas”, disse a corte em nota divulgada nessa semana.

A soberana faz parte do primeiro grupo de dinamarqueses a ser vacinado, e a capital Copenhague seguirá o seguinte protocolo: vacinar moradores de lares de idosos, depois os vulneráveis com mais de 65 anos e os profissionais de saúde da linha de frente no combate à doença. Por lá, a vacinação começou em 27 de dezembro com a primeira dose da Pfizer / BioNTech e até o momento cerca de 30 mil pessoas já foram protegidas contra o Coronavírus. A Dinamarca possui cerva de 5,8 milhões de habitantes.

*Em tempo: Margarida II é muito querida – e popular – no país em que reina. Ela já contou que pretende se manter no trono até o fim da vida. Sempre com um ar feliz, cabelos presos em um coque, ela também é artista plástica, fumante e poliglota. A rainha ficou viúva há dois anos do nobre francês Henrique, que ficou conhecido como o “príncipe infeliz”, já que nunca escondeu sua insatisfação por não ter se tornado rei desde que a esposa assumiu o trono em 1972. Eles são pais dos príncipes Frederico e Joaquim.