20.11.2019  /  9:00

Quer saber qual o melhor lugar para curtir o inverno europeu? Glamurama dá a letra

Pista de gelo do City Park / Crédito: Divulgação

Inglaterra? Alemanha? França? Nada disso: atualmente o melhor lugar para visitar durante o inverno é a Hungria. Na estação mais fria do ano, a capital Budapeste ganha vida e oferece um cenário de conto de fadas. E para quem ama as festividades e o clima natalino então, é como fazer parte de um daqueles clássicos filmes de Natal.

Rico em cultura e tradição, apesar das baixíssimas temperaturas, tem uma variedade enorme de atividades para fazer e locais incríveis para visitar. Conheça alguns dos melhores spots da capital húngara para curtir em pleno inverno:

Mercados de Natal

A entrada é gratuita, das 10h às 22h / Crédito: Divulgação

Os mercados de Natal da Europa são de tirar o fôlego, mas em Budapeste é especial. Vinho quente, strudel de Natal, pratos tradicionais e artes são encontrados nas banquinhas armadas na Praça Vörösmarty e em frente à Basílica de Santo Estêvão. De novembro até o início de janeiro, os mercados ficam lotados de visitantes de todo o mundo.

O da Praça Vörösmarty é um dos mais populares da Europa Central e também um dos mais antigos da Hungria. Parada obrigatória para quem quer se jogar na gastronomia típica da região.

Pista de Gelo do Parque da Cidade

A pista de gelo do City Park é a maneira perfeita de terminar o dia / Crédito: Divulgação

A pista de gelo do Parque da Cidade de Budapeste é de longe o destino mais famoso do pedaço. Em frente ao Castelo Vajdahunyad, nos limites do City Park, os patinadores deslizam por lá do final de novembro até meados de fevereiro. Inaugurada em 1870, esta pista de gelo é uma das maiores e mais antigas da Europa. O horário de funcionamento é das 9h às 13h, e das 17h às 21h. A preço para entrar varia de US$ 3,50 (cerca de 14 reais) à US$ 12,50 (cerca  de 54 reais).

Show de Luzes na Basílica

A temporada de inverno oferece a melhor experiência de show de luzes / Crédito: Divulgação

A Basílica de Santo Estêvão é um ícone da arquitetura, mas o que a torna ainda mais incrível é o show de luzes. Histórias e fábulas religiosas são recitadas ao som de músicas e corais. Animações 3D são projetadas na fachada da igreja. Durante o inverno, o show de luzes acontece a cada meia hora entre às 16h30 e 22h.

Ópera

O edifício é usado regularmente em filmes de sucesso / Crédito: Divulgação

Projetado pelo renomado arquiteto Miklós Ybl, a Ópera Estatal Húngara, concluída em 1884, permanece exatamente idêntica à época em que foi inaugurada. O edifício é usado regularmente em filmes e se tornou um tesouro nacional. A cada ano, milhares de visitantes aparecem para apreciar a beleza do teatro.

Especialmente quem curte balé e ópera. A alta qualidade de shows como “O Quebra-Nozes”, “La Boheme”, “Billy Elliot”, “The Magic Flute” e “Tosca” atrai a turma mais erudita.

Bonde de Natal

O bonde é coberto com mais de 39 mil luzes / Crédito: Divulgação

Coberto com mais de 39 mil luzes, o bonde de Natal de Budapeste, ou Fényvillamos, circula todas as noites pela cidade a partir das 17h todas no mês de dezembro e início de janeiro. Vale entrar no clima natalino e dar uma volta para curtir as belezas de Budapeste. Os bilhetes custam 380 HUF (cerca de US $ 1,35, ou em média 5 reais).

Cruzeiro no Rio Danúbio

Os preços começam em 3.800 HUF (US $ 13,50, cerca de 60 reais) / Crédito: Divulgação

O Rio Danúbio é um ícone da Europa, se estendendo da Alemanha ao Mar Negro, sendo que em Budapeste está um de seus pontos mais bonitos. Turistas vão ao rio para ver pontos de referência, como o Parlamento, o Castelo de Buda, a Estátua da Liberdade e a Ilha Margaret.

Aliás, uma ótima maneira de conhecer a cidade por um ângulo diferente é fazer um dos cruzeiros de inverno do Rio Danúbio, que duram algumas horas e se estendem de um extremo a outro da cidade. Os preços começam em 3.800 HUF (US $ 13,50, cerca de 60 reais).

Bares em Ruínas

Temporada traz bebidas com descontos e delícias sazonais / Crédito: Divulgação

Os bares em ruínas de Budapeste oferecem locais interessantes e únicos, perfeitos para tomar um bom drink. Vários prédios abandonados e espaços ao ar livre foram transformados em bares e restaurantes que servem comidas e bebidas a preços razoáveis ​​o ano todo.

Szimpla Kert no Bairro Judeu foi o primeiro ‘bar de ruína’ a surgir na cidade, enquanto Ankert, no 6º distrito, tem noites temáticas ao longo da semana. No inverno é possível encontrar bebidas e delícias sazonais com descontos.


Avenida Andrassy e Fashion Street

Coberta com milhares de luzes, a avenida ganha vida no inverno / Crédito: Divulgação

Fazer compras no inverno pode ser uma experiência mágica. Você não só poderá visitar as melhores lojas, mas também curtir o espírito natalino que invade as ruas lindamente decoradas. A Avenida Andrassy e a Fashion Street são dois pontos populares em qualquer época do ano. Estendendo-se entre a Praça dos Heróis e a Praça Elizabeth, a Andrassy abriga lojas de luxo Gucci, Ralph Lauren, Louis Vuitton, Burberry e Rolex, entre outras. Coberta com milhares de luzes, a avenida é ainda mais procurada na época do Natal. As lojas geralmente ficam abertas das 10h às 21h.

Castelo de Buda e Várkert Bazár

Icônico Castelo de Buda / Crédito: Divulgação

O Castelo de Buda e Várkert Bazár são as jóias de Budapeste. O imponente Castelo de Buda, com sua arquitetura medieval e barroca, tem vista panorâmica da cidade, enquanto o Jardim do Castelo, ou Várkert Bazár, reúne arte e natureza com uma seleção de bares e restaurantes e um espaço para eventos ao ar livre.

Ambos oferecem concertos, eventos literários, peças de teatro e balé durante todo o ano, mas a temporada de inverno é um destaque, graças ao calendário do advento do Natal. Durante todo o mês de dezembro, o castelo exibe performances de poetas, autores, atores e bailarinos locais.

Spas e Banhos Termais

Curiosamente, Budapeste é apelidada de “Cidade dos Spas” / Crédito: Divulgação

Budapeste é apelidada de “Cidade dos Spas” graças às suas 118 fontes termais naturais que fornecem 70 milhões de litros de águas terapêuticas. Os banhos turcos além de arquitetônicamente lindos, são reconhecidos mundialmente por seus benefícios relaxantes e medicinais. Dar um mergulho nos famosos banhos de Széchenyi durante o inverno é uma experiência inesquecível.