Huge smartphone with z capital letter and group of young people communicating using different mobile devices, vector flat illustration. Generation Z raised on internet and social media concept.

Quem são os nativos da geração Z, jovens de até 25 anos que não vivenciaram o mundo sem internet

29.11.2020  /  9:00

por Luciana Franca

Eles são jovens que captam o espírito do tempo, entendem o novo e transformam tudo. Os nativos da geração Z, que têm até 25 anos de idade, são os primeiros indivíduos que nasceram na era digital, conectados e móveis – e que nunca experimentaram o mundo sem internet. O impacto dessa turma tem transformado a maneira como todos nós nos comportamos e consumimos.

Você é da geração Z se:

• Não se define de um único jeito e se sente mais livre para ser o que quiser • Não julga e respeita as diferenças • Se comunica e se conecta com todos, de maneira inclusiva • Tem menos confrontos e está mais aberto a diálogos – é avesso à polarização • Vive de forma mais prática • Tem senso de coletividade e defende causas importantes • Vê notícias pelas redes sociais e não tem hábito de ler livro, principalmente impresso • Faz selfies reais: é mais autêntico e espontâneo nas redes sociais do que a geração anterior • Recorre sempre a memes e emojis para se comunicar com humor e leveza • Exige transparência das empresas que consome, tanto em relação à cadeia produtiva quanto ao discurso que adotam

As diferenças de comportamento e consumo de cada geração, que vieram embaladas em contextos políticos e sociais bem distintos * Fonte: Mckinsey

Baby Boomer 1940 – 1959 – Comportamento: idealista, revolucionário, coletivismo / Consumo: ideologia, disco e filmes
Geração X 1960 – 1979 – Comportamento: Materialista, competitivo, individualista / Consumo: Status, marcas e carros, artigos de luxo
Geração Y (Millennial) 1980 – 1994 – Comportamento: Globalista, questionador, focado em si / Consumo: Experiência, festivais e viagens, grandes marcas
Geração Z 1995 – 2010 – Comportamento: Identidade indefinida, dialogador, realista / Consumo: Exclusividade, ilimitado, ético

Conheça o time de colunistas da geração Z do Glamurama:

AUDINO VILÃO (19 anos, Filosofia e educação sem tabus, @audinovilao)
Conteúdo que compartilho: Meme educativo, que faça uma crítica construtiva ou que tenha algum impacto positivo nas pessoas. Também sou apaixonado por arqueologia, principalmente na egiptologia, e estou sempre compartilhando alguma descoberta.
Conteúdo que consumo: Documentários históricos, coisas relacionadas a filosofia e história e as aulas do professor Clóvis de Barros Filho, Luiz Felipe Pondé, Leandro Karnal, Mario Sergio Cortella. Para relaxar, jogo World of Warcraft.
Quem me inspira: Paulo Freire na pedagogia. Na filosofia, Nietzsche, que foi muito corajoso no que fez e, atualmente, Clóvis de Barros Filho. Mas a maior inspiração de todas é meu santo Ogum, sou do candomblé, sou do axé, ele que me inspira a acordar todos os dias e lutar.
Onde quero chegar: Quero seguir os passos de Paulo Freire, ajudar na pedagogia, na educação brasileira, ter a minha produção intelectual e filosófica
Quando não estou conectado: Estou sempre conectado ou estou no terreiro ou com meus amigos na praça, em Paulínia (SP), onde nasci e moro até hoje.
Com o que gasto dinheiro e tempo: Com comida, gosto muito de doce, de açaí… Aprendi a tocar teclado e piano e faço isso no meu tempo livre.

CESCA CIVITA (23 anos, comportamento, viagens e terceiro setor, @cescacivita)
Conteúdo que compartilho: Dicas inusitadas e “secretas”, em especial de viagens, lojas, restaurantes e achadinhos de novos negócios Conteúdo que consumo: Acompanho as dicas de influenciadoras que têm o mesmo perfil que o meu ao redor do mundo, além de me inspirar, gosto de dividir com meus seguidores e receber feedback do que acham das tendências por aí. Para descontrair, também poderia passar horas olhando perfis de memes engraçados no Instagram.
Quem me inspira: Mira Mikati no mundo da moda, The Gstaad Guy (@gstaadguy) para ilustrar a minha geração de forma irônica e engraçada, Edu Lyra no setor social e Martha Graeff como influenciadora.
Onde quero chegar: Não tenho planos definidos, quero fazer benfeito tudo que estiver realizando naquele momento. Acredito muito em destino, que nada é coincidência, então, me deixo levar.
Quando não estou conectada: Gosto desta cena: sofá com meu namorado, meus cachorros, pipoca e Netflix!
Com o que gasta dinheiro e tempo: Se eu pudesse, gastaria todo meu tempo e dinheiro conhecendo o mundo, cada cantinho dele!

JULIA XAVIER (18 anos, inovação, tecnologia e empreendedorismo, @juxavier3)
Conteúdo que compartilho: Amo o mundo do empreendedorismo e inovação. Adoro compartilhar conhecimento, principalmente depois de ter visitado o Vale do Silício, em 2019.
Conteúdo que consumo: Um pouco de tudo: empreendedorismo, inovação, marketing, moda, lifestyle e notícias.
Quem me inspira: Além de admirar meus pais, figuras como Elon Musk e Bill Gates e mulheres fortes que mostram que um dia posso chegar lá, como Luiza Helena Trajano, Malala Yousafzai e Djamila Ribeiro.
Onde quero chegar: Sou bem sonhadora. Quero morar fora, abrir minha própria empresa, ser palestrante, ter um projeto social, constituir uma família.
Quando não estou conectada: Valorizo muito o contato humano, o afeto. Gosto de ficar um bom tempo conversando nas refeições, assistir futebol e novela em boa companhia. Também gosto de acender uma vela, meditar, de vez em quando ler poemas. Uso o tempo off para descansar já que costumo ser bem agitada.
Com o que gasto dinheiro e tempo: Costumo gastar com viagens, restaurantes e festas. Gasto meu tempo com um pouco de tudo, nas aulas, trabalhando na empresa júnior da faculdade, me atualizando sobre os assuntos que gosto, fazendo aula de francês, dando aula no cursinho da faculdade, criando conteúdo para o Glamurama e para o meu Instagram.

CATHY BURMAIAN (17 anos, moda e beleza, @cathyburmaian)
Conteúdo que compartilho: Tudo a ver com beleza, moda, lifestyle e música
Conteúdo que consumo: Gosto, principalmente, de conteúdo de maquiagem, beleza, dia a dia, moda, saúde e bem-estar
Quem me inspira: Coco Chanel e Chiara Ferragni
Onde quero chegar: Quero ter uma marca de produtos de beleza
Quando não estou conectada: Passamos muito tempo conectados principalmente neste momento de pandemia. Quando não estou, faço academia, jogo tênis, vou para praia (amo o mar), gosto de estar perto da natureza, medito, saio com amigas.
Com o que gasto dinheiro e tempo: Uso muito do meu tempo cuidando da minha saúde e bem-estar. Gasto dinheiro comprando maquiagem e roupa.

PIETRO MARMONTI (20 Anos, insights de comunicação, @pietromarmonti)
Conteúdo que compartilho: Gosto de compartilhar conteúdo quando vejo que foi criado com esforço, tento ajudar quem tem talento a crescer.
Conteúdo que consumo: Que me conecta aos meus hobbies: esportes, fotografia, videogame, filmes, música e carros.
Quem me inspira: Acredito que se espelhar em uma só pessoa te limita a ser, no máximo, o que ela é/faz, por isso tenho várias inspirações. Entre elas, minha família (pela educação e princípios morais que me passaram), meus amigos (pela simplicidade e alegria que me trazem), Ayrton Senna (pela sua ética de trabalho) e Walt Disney (pela sua criatividade e pelo fato que ele “criou” milhares de infâncias).
Onde quer chegar: Meu maior sonho profissional é empreender e ser referência na área em que escolher atuar. Pessoalmente é impactar o mundo de forma positiva, pois acredito que a única coisa que nunca morre é seu legado.
Quando não estou conectado: Passo boa parte do meu tempo conectado no YouTube ou em plataformas de streaming, como Netflix, vendo vídeos. Também uso bastante WhatsApp, Instagram e TikTok.
Com o que gasto dinheiro e tempo: A coisa que mais gosto de fazer é criar boas memórias com pessoas que amo. Então, gasto dinheiro com restaurantes e festas. Também amo ficar de boa em casa assistindo filmes e escutando música.