05.01.2021  /  18:14

Lugares de sonho: que tal assistir um concerto ou uma ópera em pleno Coliseu de Roma? Daqui dois anos isso será possível

Coliseu de Roma // Divulgação

Já imaginou ver um show ou ir a uma peça de teatro no Coliseu? Em alguns anos, isso talvez se torne realidade. É que o governo italiano planeja reconstruir o piso original do anfiteatro romano até 2023. Segundo a BBC, o projeto está orçado em 18,5 milhões de euros (em torno de R$ 119 milhões) e deve começar a restauração já no próximo ano. A ideia é refazer o piso retrátil que encobria o ‘Hypogeum’, ala subterrânea da arena atualmente exposta.

Nos tempos do Império Romano, o “Hypogeum” abrigava jaulas e um sistema de túneis. A arena era usada para combates que envolviam escravos e animais selvagens. Por conta desse tipo de ‘entretenimento’, o Coliseu tinha um piso retrátil que encobria o “Hypogeum”, permitindo que animais e lutadores aparecessem “de surpresa” na arena. A ideia do governo italiano é justamente recriar o piso, com réplicas historicamente precisas dos alçapões e elevadores subterrâneos.

Para isso, o governo italiano está aceitando propostas de engenheiros. Os projetos precisam ser enviados até o dia 1º de fevereiro, e as obras devem começar em 2022. Segundo Dario Franceschini, ministro da Cultura do país, a ideia é permitir que os visitantes possam ver o Coliseu do ponto de vista da arena. Além disso, após a conclusão da reforma, também será possível organizar eventos culturais na arena, como peças de teatro e concertos musicais.

Construído há quase 2000 anos atrás, o Coliseu é Patrimônio Mundial da UNESCO. Quando inaugurado, o anfiteatro conseguia abrigar cerca de 50 mil pessoas.