13.12.2013  /  10:14

Que fim levou Pat Kingsley, a temida relações-públicas de Hollywood?

 

Durante décadas a relações-públicas Pat Kingsley foi considerada uma das mulheres mais poderosas de Hollywood. Com clientes como Jodie Foster, Jack Nicholson, Elle Degeneres e Tom Cruise, era ela quem dava a palavra final sobre como a carreira deles deveria ser propagada na mídia. Gigantes do entretenimento dos Estados Unidos, como as redes ABC e NBC, nem sequer ousavam contrariar Kingsley, assim como a grande maioria dos editores de revistas do país -sim, até Anna Wintour.

Mas a carreira de Kingsley, hoje com 81 anos, sofreu um revés em 2004, quando ela foi demitida por Cruise, então seu maior cliente. Foi na mesma época em que o ator começou a se expor mais, algo que Kingsley era contra, e ao mesmo tempo o aumento da popularidade de blogs sobre famosos tornou a profissão dela muito mais difícil.

Soa como um fim de carreira melancólico? Não para Kingsley, que vendeu a empresa dela, a PMK, por algumas dezenas de milhões de dólares e hoje vive de renda em uma casa modesta mas elegante nos arredores de Los Angeles. Em entrevista para o “The Hollywood Reporter”, ela definiu sua fase atual: “A aposentadoria é o máximo”, disse a ex-toda poderosa.

Em tempo: sobre Cruise, Kingsley garantiu que não guarda nenhuma mágoa do ator, a quem ela define como “um príncipe”. (por Anderson Antunes)