21.01.2020  /  10:22

Protesto contra Emmanuel Macron termina com ovada na cabeça de fashionista. Aos fatos!

Hamish Bowles || Créditos: Reprodução

O desfile da nova coleção masculina da Hermès que aconteceu no último sábado no complexo cultural Mobilier National, em Paris, terminou com protesto contra o presidente da França, Emmanuel Macron. Mas quem acabou pagando o pato pelo inconveniente foi Hamish Bowles, editor-geral da “Vogue” americana na Europa e um dos fashionistas mais queridos do mundinho. Bowles chegou atrasado no “fashion show” e precisou entrar pela porta principal do Mobilier National, um prédio do governo que fica no 13º arrondissement da capital francesa.

O local estava cheio de gente gritando “Macron, renuncie!”, e alguns dos manifestantes jogavam ovos contra qualquer dos convidados da maison francesa que vissem pela frente – Bowles, que levou uma ovada na cabeça, foi o único que eles acertaram. A indignação da turma tinha justamente a ver com o Mobilier National, cujo acesso ao público em geral é controladíssimo, mas facilitado para empresas como a Hermès que desejam usá-lo para seus eventos pagando alugueis “de mãe pra filho”. (Por Anderson Antunes)