10.07.2015  /  10:08

Programão: exposição no MAR comemora os 450 anos do Rio

 

Acervo do MAR - Museu de Arte do Rio - Rio de Janeiro - Brasil
Obra de Mestre Valentim, “Passeio Público”, de 1783

Programa imperdível para quem está no Rio: a exposição “Rio Setecentista, quando o Rio virou Capital”, no MAR, que traça um panorama das transformações ocorridas durante o século 18, época em que cidade se tornou a capital do Brasil. Com curadoria de Myriam Andrade Ribeiro de Oliveira, Anna Maria Fausto Monteiro de Carvalho, Margareth da Silva Pereira e Paulo Herkenhoff, a exposição comemora os 450 anos da fundação do Rio propondo um trajeto visual por dentro deste século da história. A descoberta das minas de ouro no país, as invasões francesas e a execução de Tiradentes são alguns dos momentos retratados na exposição.

São cerca de 700 peças – incluindo documentações, objetos da época, ilustrações, pinturas, artefatos religiosos e obras de arte contemporânea – de artistas anônimos e aclamados, como Mestre Valentim, Adriana Varejão, Guignard, Augusto Malta, Vasco Araújo, Pierre Verger, Carlos Julião, Rugendas e Debret, entre outros. Apesar de focar no século 18, a mostra conduz o visitante por um percurso que tem início logo após o descobrimento e segue até a chegada da família real portuguesa, em 1.808, em uma história marcada por sonhos e guerras desde seu nascimento.

Rio Setecentista, quando o Rio virou Capital
Quando: de  7  de julho de 2015 a 8 de maio de 2016 – de terça a domingo, das 10h às 17h
Onde: 3º andar do Pavilhão de Exposições – Praça Mauá, 5 – Centro, Rio de Janeiro