24.09.2020  /  11:34

Produtores de novo doc sobre Ruth Bader Ginsburg esperam lançar o filme antes das eleições americanas

Ruth Bader Ginsburg || Créditos: Reprodução

Morta na semana passada, Ruth Bader Ginsburg é o tema de um documentário recém-saído do forno que é um dos assuntos mais comentados nos bastidores de Hollywood no momento. É que os responsáveis pela produção sobre a qual se sabe muito pouco ainda não encontraram um estúdio distribuidor disposto a bancar seu lançamento em circuito comercial nos Estados Unidos, apesar da fama e do prestígio de quem a inspirou, e o que todos torcem para que aconteça antes das eleições presidenciais americanas desse ano, marcadas para 3 de novembro. Gigantes do streaming como Netflix e Amazon também estariam no páreo.

Intitulado simplesmente “Ruth”, o doc começa nos anos de Bader Ginsburg em Harvard e se estende até o fim de sua vida, destacando ainda a reação que sua morte teve nos EUA semanas antes de os cidadãos de lá irem às urnas para escolher entre um novo presidente ou se manterão Donald Trump no cargo por mais quatro anos.

Juíza da Suprema Corte do país, Bader Ginsburg já foi tema de vários outros filmes – inclusive um outro documentário lançado em 2018, o “RBG”, que recebeu duas indicações ao Oscar (Melhor Documentário e Melhor Canção Original por “I’ll Fight”, de Diane Warren) – e ainda foi mencionada em grandes superproduções, como “Uma Aventura Lego 2” e “Deadpool 2”. Nesse último, ela chegou a ser considerada pelo personagem-título como uma opção para o “X-Force”, o time de super-heróis da Marvel. A cinebiografia dela também é um assunto que já está na pauta da meca do cinema. (Por Anderson Antunes)