22.12.2019  /  9:00

Prodígio das artes, pintor vietnamita de 11 anos cujas obras vendem por até R$ 612,1 mil estreia em NY

Xeo Chu em ação || Créditos: Reprodução

A prestigiada galeria Georges Bergès do SoHo, em Nova York, será o point de encontro de vários ricaços chegados em pinturas nesse fim de semana. A turma artsy deverá baixar no local nesse sábado e também no domingo para sessões privée a fim de conferir in loco os novos trabalhos do pintor vietnamita Xeo Chu, um prodígio de apenas 11 anos que pinta desde os quatro e já foi chamado até de “nova versão de Jackson Pollock”, tamanha é a similaridade de seus trabalhos com aqueles assinados pelo rei do expressionismo abstrato.

Chu também parece ter puxado o gênio americano morto em 1956 no quesito preço por obra, já que as do garoto podem custar até US$ 150 mil (R$ 612,1 mil), cifra inédita para artistas com a mesma idade que a sua. Batizada “Big World, Little Eyes” (“Grande Mundo, Pequenos Olhos”), a exposição – que foi inaugurada na última quinta-feira e  vai até o dia 2 de janeiro – deverá marcar a entrada dele no disputado mercado americano de arte contemporânea, que deverá terminar 2019 com um crescimento de mais de 6% em relação ao ano anterior. (Por Anderson Antunes)