26.06.2019  /  15:29

Príncipe William garante que não se importaria de maneira nenhuma se um de seus filhos fosse gay

Príncipe William com George e Charlotte // Getty Images

A quem interessar possa, e tudo o que a família real britânica faz e fala interessa ao mundo todo, o príncipe William disse nesta quarta-feira que não se importaria de maneira nenhuma se um de seus filhos fosse gay, mas admitiu se preocupar com a perseguição e o ódio que eles podem enfrentar por causa disso.

O príncipe, 37, segundo na linha do trono britânico e destinado a ser o futuro rei da Inglaterra, é pai de George, 5, Charlotte, 4 e Louis, 2. Em visita oficial a uma instituição de caridade que apóia jovens LGBTQ+ e sem-teto, ele comentou: “É algo que me preocupa, não pelo fato de serem gays ou algo assim. É mais sobre as pressões que vão enfrentar e com o quão mais difícil a vida deles pode ser “. Quando perguntaram como ele se sentiria se um de seus filhos fosse gay, ele disparou: “Absolutamente bem”, e emendou “apoio totalmente qualquer decisão que eles tomem”. Não é a toa que todos amam William.