17.04.2017  /  11:27

Príncipe Harry sobre a morte de Diana: “Tive vontade de bater nas pessoas”

O príncipe Harry || Créditos: Getty Images
O príncipe Harry || Créditos: Getty Images

Em uma rara entrevista publicada neste domingo pelo jornal inglês “The Telegraph”, o príncipe Harry revelou que quase teve um colapso nervoso há alguns anos por ter esperado demais para lidar com o luto pela morte de sua mãe, a princesa Diana, em 1997. À repórter Bryony Gordon, o quinto na linha de sucessão ao trono britânico disse que evitou enfrentar a emoção da perda por quase 20 anos, e somente teve coragem de encarar o fato quando estava perto de completar 30 anos.

Harry, de 32 anos, também revelou na entrevista que procurou a ajuda de um psicólogo por sugestão de seu irmão, o príncipe William, e que também começou a fazer aulas de boxe para aliviar a dor e o estresse e para não ter que “bater nas pessoas”, como admitiu ter tido vontade em várias ocasiões.

O neto da rainha Elizabeth II também contou para Bryony que o comportamento festeiro pelo qual ficou conhecido tem muito a ver com o problema. “Eu era o típico jovem de 20, 25, 28 anos que andava por aí como se a vida estivesse ótima, mas então comecei a ter certas conversas e percebi que havia muita coisa que eu precisava entender”, ele disse.

Segundo o príncipe, o momento é apropriado para falar sobre o problema não somente porque ele o superou, mas também por se tratar de uma boa oportunidade para abordar temas ligados à depressão e à saúde mental. “As pessoas devem se sentir à vontade para falar sobre essas coisas”, ele defendeu na entrevista. (Por Anderson Antunes)