13.02.2020  /  12:22

Príncipe Harry estaria negociando parceria bilionária com grande banco de investimentos

Meghan Markle e o príncipe Harry || Créditos: Reprodução

Tudo indica que o príncipe Harry, que recentemente palestrou em um evento do JPMorgan, pode estar prestes a fechar uma parceria bilionária e sem precedentes com outro grande banco de investimentos dos Estados Unidos: o Goldman Sachs. Segundo o que se comenta no país, o marido de Meghan Markle mantém conversas avançadas com executivos do gigante das finanças para se tornar o produtor e entrevistador do evento “Talks at GS”, que é organizado regularmente pelo Goldman e basicamente consiste em uma série de entrevistas com personalidades que se destacaram de alguma forma no mundo do empreendedorismo. A ex-atriz, aliás, estaria envolvida de alguma forma no projeto.

David Beckham, Gwyneth Paltrow, Drew Houston (cofundador e CEO do Dropbox) e o CEO da The Walt Disney Company, Bob Iger, foram entrevistados em edições passadas do “Talks at GS”, que costuma ser exibido pelo canal de notícias econômicas americano “CNBC”. Fontes anônimas ouvidas a respeito do assunto pelo “Daily Mail”, no entanto, contaram que o sexto na linha de sucessão ao trono britânico pensa em usar o dinheiro que eventualmente ganharia trabalhando para o Goldman apenas em suas iniciativas filantrópicas.

Mas o guru das relações públicas britânico Mark Borkowski também disse ao jornal que Harry pode estar interessado no possível trabalho por outro motivo: é que em encontros como esses ao estilo do “Talks at GS” costumam atrair muitos poderosos, uma turma que o “ex-royal” poderia conhecer melhor e com a qual, quem sabe, fecharia negócios bem mais interessantes. “Em resumo, são apertos de mão que podem render a ele até £ 1 bilhão [R$ 5,6 bilhões]”, Borkowski contou ao “Mail”. (Por Anderson Antunes)