03.12.2017  /  8:00

Primeiro investidor a acreditar no Facebook, Peter Thiel se desfaz de parte de fatia no site

Peter Thiel || Créditos: Getty Images

Primeiro grande empresário a investir no Facebook quando ninguém botava fé em Mark Zuckerberg, lá em 2004, Peter Thiel vendeu a maior parte das ações que ainda tinha do site de relacionamentos. A transação, que já consta no banco de dados da Securities and Exchange Commission (SEC), o órgão que regula o sistema financeiro nos Estados Unidos, rendeu ao bilionário perto de US$ 30 milhões (R$ 97,6 milhões), que ele pretende usar para bancar outros projetos.

Personagem fundamental na trajetória de sucesso do Facebook, Thiel chegou a ter 26 milhões de ações da empresa, que hoje valeriam em torno de US$ 4,5 bilhões (R$ 14,6 bilhões), mas ele vendeu a maioria delas quando o site estreou na bolsa, em 2012, por pouco mais de US$ 1 bilhão (R$ 3,2 bilhões). Ainda assim, ele tem uma fortuna estimada em US$ 2,5 bilhões (R$ 8,1 bilhões) e hoje aposta em outras áreas, principalmente no setor de big data com a Palantir, da qual é cofundador. (Por Anderson Antunes)