23.01.2018  /  11:46

Primeira modelo de hijab recinde contrato por causa de polêmica sobre Israel

Amena Khan || Créditos: Divulgação

Durou pouco o reinado da blogueira britânica Amena Khan como a primeira modelo de hijab a estrelar uma campanha de uma gigante francesa de cosméticos. Aliás, um dos trabalhos mais cobiçados por modelos do mundo todo. Anunciada no cargo há apenas alguns dias, ela revelou nesta terça-feira que decidiu dizer abandonar o métier. O motivo? Por conta da atenção que atraiu, Amena teve sua vida vasculhada pela mídia europeia até que se descobriu que, em 2014, ela postou duras críticas ao estado de Israel no Twitter.

Em uma dessas postagens, Amena chegou a cobrar o então primeiro-ministro do Reino Unido David Cameron pelo que considerou um apoio “firme e indevido dele às ações de Israel para aterrorizar civis inocentes” e, em outra, se refere ao país como “Estado sinistro”. Diante da polêmica, a beldade muçulmana deletou esses e vários outros tweets de teor parecido, e em seguida pediu desculpas aos seus seguidores.

“Lamento profundamente o conteúdo dos tweets que escrevi há quatro anos e sinceramente me desculpo pelo mal que eles causaram”, escreveu Amena em seu Instagram. “A defesa da diversidade é uma das minhas paixões,e não discrimino ninguém”. Procurada pela BBC, a empresa que a contratou se limitou a dizer que respeita a decisão da agora ex-garota-propaganda e que seu compromisso é promover a tolerância e o respeito entre todos. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, o post que Amena fez no Instagram pedindo desculpas por seus comentários sobre Israel:

A post shared by Amena (@amenaofficial) on