17.11.2017  /  12:13

Prestes a estrelar musical de Natal, Luana Piovani desabafa: “Ainda tenho minhas limitações no palco…”

Luana Piovani: aulas de canto e vida real! || Créditos: Reprodução / Instagram

Do dia 23 de novembro até a noite de Natal, a atriz Luana Piovani tem encontro marcado com crianças, adolescentes e seus pais, afinal, ela é uma das estrelas do espetáculo musical “Em Busca de Noel”, que acontece no Ginásio do Ibirapuera e tem como principal objetivo resgatar a magia do Natal. Dirigido por Walther Neto, a peça conta com muita música, dança, efeitos especiais, interação com o público e artes circenses. No palco, a história do Papai Noel se cruza com a da personagem Ana, interpretada por Piovani, que luta para superar as tristezas do passado e acabar com os conflitos na relação com Maria, sua filha de 10 anos, que não acredita no Natal. “Ainda estou me preparando para subir no palco”, explica a atriz. “Estou fazendo aulas de canto, não tenho intimidade com musicais, mas estou estudando para isso”.

“Ainda tenho minhas limitações. Me sinto insegura muitas vezes, mas essa insegurança é mais com o canto do que com a personagem em si. Estou bem quando o assunto é interpretar. Conheço o lugar de Ana nesse musical, me identifico com ela”, diz ela, que contou ao Glamurama com exclusividade que faz aulas de canto quatro vezes por semana, três horas por aula. “Amo fazer o que faço. O palco aproxima as pessoas. É sagrado. Estou doando meu tempo e isso é como uma comunhão”, reflete sobre seu mais novo desafio profissional.

Inspirado nos contos tradicionais de Natal e com uma linguagem moderna, o musical conta com 30 artistas no elenco e faz parte de um projeto mais abrangente, que inclui vasta programação na área externa do ginásio, como apresentações de um coral de Elfos, mini parada de Noel em carro alegórico acompanhado de seus ajudantes, floresta de Natal e área para contar histórias.

VIDA REAL

Enquanto ensaia e corre contra o tempo para a estreia do espetáculo, Luana ainda se dedica a um projeto pessoal que ganhou proporções de gente grande – o canal dela no Youtube. Batizado “#LuanaSemFreio”, a página conta com mais de 112 mil inscritos, aprovação de 95% e 85% do público composto por mulheres. “Finalmente a mulher descobriu em mim uma cúmplice. Ninguém aguenta mais olhar as redes sociais e só enxergar que o mundo é uma festa. Não é uma festa e sabemos disso”, desabafa. “Brinco que sou uma mistura de Lillian Witte Fibe com a escritora Martha Medeiros. É um canal de auto-ajuda e as mulheres estão precisando”.

Aberta a diálogos e com energia suficiente para deixar o cotidiano de qualquer pessoa mais ‘pé no chão’, Luana quer mesmo é expor os problemas, as lamentações e questões que todos têm – mas ninguém está disposto a compartilhar por aí, por isso a vida anda mais chata que o normal aos olhos da atriz. “Cadê a sinceridade? É um mundo onde ninguém tem defeitos, todo mundo é rico, bonito e maravilhoso. As pessoas estão se sentindo cada vez mais sozinhas, frustradas. Cheguei com minha falta de pudor e tem sido um grande sucesso”.

FORA DE ÓRBITA

Com investimento que sai do próprio bolso, Luana vai além e, diferente de outros youtubers, chega a gravar até três programas por semana. “Estou investindo dinheiro e tempo nisso, não estou brincando. Chegamos a publicar até três vídeos em uma semana. E eu só sigo quem acho legal. Adoro seguir contas de galáxias, espaço sideral e coisas relacionadas a natureza no Instagram”, diverte-se. “O que mais acho legal nas redes sociais é o olhar que cada um pode dar para sua conta, mas fica difícil quando tudo está igual, né? Agora todos pagam para fotógrafos tirarem suas fotos, é tudo igual… Uma chatice”.

“Eu lamento muito que tudo tenha ido para esse lado e muitas vezes me sinto como as mulheres que me procuram. Só porque sou famosa as pessoas acham que não tenho problemas, que não acaba água em casa, que um filho bateu no outro. Eu não consigo entender como essa realidade toda vira um conto de fadas sem tamanho”, desabafa a atriz que já veiculou no seu canal vídeos com diversos temas, como ‘infância’, ‘coisas que dão raiva’, ‘solidão’, ‘sofrência’ e até ‘loucuras’, numa alusão aos problemas (e questionamentos) de cada um de nós. (Por Matheus Evangelista)

Serviço:
Evento Mundo de Noel
Período: 23 de novembro à 25 de dezembro
Local: Ginásio do Ibirapuera – Rua Manoel da Nóbrega, 1361
Para ver programação, da qual faz parte o musical “Em Busca de Noel”, acesse www.mundodenoel.com.br