08.03.2019  /  6:54

Preso nessa quinta pela segunda vez em poucos dias, R. Kelly afirma não ter dinheiro para pagar fiança

Gayle King e Kelly durante a entrevista: ela se comportou direitinho || Créditos: Reprodução

Preso pela segunda vez em poucos dias nessa quinta-feira pelo não pagamento de pensão alimentícia, R. Kelly afirmou em uma entrevista para o “CBS This Morning” que gravou no começo da semana e que foi ao ar nos Estados Unidos também na quinta ter apenas US$ 350 mil (R$ 1,36 milhão) em sua conta bancária. Considerando os custos com advogados que o cantor está tendo por conta das pendengas judiciais nas quais está metido, e mais os US$ 161 mil (R$ 625,5 mil) que ele deve para a ex-mulher, Andrea Kelly, a quantia é insuficiente para honrar os compromissos.

“Tanta gente me passou a perna. Todo mundo sempre teve acesso ao meu dinheiro… Minha primeira visita ao banco foi feita recentemente. Eu fiquei completamente perdido quando vi meu saldo”, o dono do hit “I Believe I Can Fly” revelou durante o bate papo pra lá de bizarro – em vários momentos da conversa, Kelly foi quase abusivo com Gayle King, que foi quem o entrevistou e é uma das âncoras do talk show matutino da rede de televisão “CBS”. A jornalista, conhecida nos EUA como a bff de Oprah Winfrey, está sendo bastante elogiada pela forma profissional como se comportou durante o quase confronto.

No fim de fevereiro, o popstar que fez enorme sucesso nos anos 1990 já tinha sido encarcerado em razão das acusações de que cometeu crimes sexuais contra quatro mulheres, das quais três são menores de idade, todas feitas na bombástica série documental “Surviving R. Kelly”, que estreou em janeiro no canal americano “Lifetime” e bateu recordes de audiência. Na ocasião, Kelly desembolsou 10% de uma fiança estipulada em US$ 1 milhão (R$ 3,88 milhões), mas já avisou que dessa vez não terá condições para bancar sua saída do xilindró tão cedo. (Por Anderson Antunes)