07.03.2019  /  10:39

Presidente da Warner teria oferecido papéis para atriz britânica em troca de favores sexuais

Kevin Tsujihara e a atriz Charlotte Kirk || Créditos: Getty Images

Mais um bambambã de Hollywood corre o risco de cair em desgraça por causa de um escândalo sexual. O encrencado da vez é Kevin Tsujihara, o poderoso CEO e presidente do conselho de administração da Warner Bros., que teria oferecido “grandes papéis” em filmes e séries do estúdio para a atriz britânica Charlotte Kirk em troca de favores sexuais. A denúncia veio à tona nessa quarta-feira, em uma extensa reportagem do “The Hollywood Reporter” que levou mais de um ano para ser produzida e inclui vários prints de mensagens trocadas entre Kirk e Tsujihara há seis anos, quando tudo teria ocorrido.

A Warner já acionou um comitê interno para investigar o caso, que além do aparente comportamento impróprio de seu principal executivo também tem indícios de extorsão, uma vez que os advogados dele teriam tentado comprar o silêncio de Kirk. Tsujihara assumiu o comando da gigante de mídia em março de 2013 depois da aposentadoria do antecessor, Barry Meyer. Ele é casado com Sandy Tsujihara, com quem tem dois filhos, e até agora não se pronunciou sobre a acusação de assédio sexual. (Por Anderson Antunes)