29.04.2019  /  10:39

Presentear quem ama com ações é a nova moda nos Estados Unidos. Entenda!

A ação da Amazon subiu 27% nesse ano || Créditos: Reprodução

O Dia das Mães e dos Namorados estão chegando, e a nova moda na hora de presentear quem se ama é… comprar ações! Isso mesmo, a onda agora nos Estados Unidos é dar papéis de empresas com capital aberto em bolsa, já que por lá muitas estão batendo recordes de cotação (a última foi a Microsoft, que na semana passada se tornou brevemente uma das únicas companhias com valor de mercado na casa do US$ 1 trilhão/R$ 3,93 trilhões). E olha que muitos famosos formadores de opinião estão aderindo à tendência financeira.

Kardashian ganhou um “pacotão” de ações no último Natal do maridão, Kanye West || Créditos: Reprodução

Kanye West, por exemplo, mimou Kim Kardashian no último Natal com um pacote de ações que a tornou sócia de gigantes como Disney, Amazon, Apple, Adidas e Netflix, e de lá pra cá todas registraram valorizações significativas no pregão. Outro caso parecido foi o do jogador de futebol americano Russell Wilson, que deu o equivalente a US$ 12 mil (R$ 47,2 mil) em ações da Amazon para cada um de seus 13 colegas do time em que atua, o Seatlle Seahawks. Em tempo: só nesse ano a líder mundial em e-commerce saltou 27% na bolsa eletrônica NASDAQ.

Russell Wilson presenteou seus colegas de time com papéis da Amazon || Créditos: Reprodução

Os analistas de mercado, é claro, estão adorando tudo isso, e já existe inclusive uma listinha com as ações preferidas para serem dadas como presente. As campeãs, de acordo com o site GiveAShare.com, são as da Disney, seguidas pelas da Harley-Davidson, da Nike, da Apple, da The Coca-Cola Company, da Starbucks, da Under Armour, da Nintendo e as tradicionalíssimas da Ford, que são negociadas em Wall Street desde 1956. Também é consenso entre os especialistas que muitos mercados globais deverão bombar nesse ano, e portanto a hora de investir é agora.

A bolsa brasileira também está na moda || Créditos: Reprodução

E olha que o Brasil é um desses mercados, hein! Por aqui, e só no mês de janeiro, a bolsa ganhou mais de 45 mil novos investidores pessoas físicas, sendo que o total desse segmento específico já é de 858 mil pessoas e tem tudo pra bater um milhão nos próximos meses. Isso se explica pelo fato de que a bolsa brasileira, apesar dos pesares, continua sendo uma das mais atrativas do mundo, já que os investidores internacionais continuam apostando alto no potencial da economia do país, talvez até mais do que os locais. Fica a dica, e bons lucros! (Por Anderson Antunes)