O Triumph Tower, visto em projeção a partir da Praia Central de BC
O Triumph Tower, visto em projeção a partir da Praia Central de BC || Créditos: Reprodução

Prédio residencial mais alto do mundo terá 509 metros de altura, ficará pronto em 2026 e será erguido no Brasil

1 Compartilhamentos
1
0
0
0
0
0
O prédio mais alto da foto é o Boreal, um dos prédios da FG que dominam o skyline de BC
O prédio mais alto da foto é o Boreal, um dos prédios da FG que dominam o skyline de BC || Créditos: Reprodução

O Brasil entrou oficialmente no circuito dos arranha-céus residenciais mais altos do mundo. É que acaba de ser anunciado, em Santa Catarina, o lançamento do Triumph Tower, um edifício que terá 509 metros de altura e 154 andares. Agora com previsão para ficar pronto em 2026, o palitão será erguido em um terreno de frente às margens da Praia Central de Balneário Camboriú, a cidade catarinense que já abriga alguns dos prédios residenciais mais altos e luxuosos do Brasil, e caso não seja “atropelado” nos próximos cinco anos por um do mesmo tipo e com o mesmo propósito em algum outro lugar do planeta, também será o mais alto de todos (o título atualmente pertence ao Central Park Tower, de Dubai, com seus 470 metros de altura).

Sua construção, estimada em centenas de milhões de dólares, ficará a cargo da FG Empreendimentos, líder em prédios desse tipo na região, e que conta com Luciano Hang, dono da Havan, como parceiro de projetos anteriores. Também é da FG o Epic Tower, que com seus 191 metros de altura é o prédio mais alto do Brasil em frente ao mar. Um outro recentemente entregue pela construtora, o Infinity Coast, é mais alto mas não fica em frente ao mar.

Voltando ao Triumph Tower, o investimento nele deverá ser recuperado com a venda de seus 233 apartamentos, a maioria de um andar só, e previstos para custarem a partir de R$ 10 milhões. Frise-se que muitos moradores de BC, como Balneário Camboriú também é conhecida, não gostam muito desses espigões tão próximos do mar, já que na Praia Central é comum que eles “tirem” a incidência do sol das 15h pra frente. Um projeto de extensão da faixa de areia de lá está atualmente em curso, mas coisas parecidas foram feitas no passado e as águas do mar sempre reclamaram seu espaço original novamente. Dessa vez pode ser que seja diferente.

Aliás, em Nova York, onde construir arranha-céus residenciais também está super na moda, um dos mais famosos lançados por lá nos últimos anos recentemente, o 432 Park Avenue, foi notícia no começo do ano por conta de uma série de problemas estruturais que teve, incluindo aí sérios vazamentos e rachaduras. E olha que o endereço hypadíssimo projetado pelo uruguaio Rafael Viñoly tem vários moradores poderosos, de bilionários ao ex-jogador de beisebol Alex Rodriguez. Pra quem gosta de viver nas alturas… (Por Anderson Antunes)