17.11.2015  /  9:19

Porshe culpa Paul Walker por sua própria morte em acidente de carro

Paul Walker || Créditos: Getty Images
Paul Walker || Créditos: Getty Images

A Porshe liberou um comunicado nessa segunda-feira no qual diz que o ator Paul Walker foi o único responsável por sua própria morte, que aconteceu em um acidente com um carro da montadora no dia 30 de novembro de 2013. A filha dele, Meadow Walker, havia processado a empresa por homicídio e afirmou que o cinto de segurança usado por Paul fez com que as costelas e a pélvis se partissem, o que acabou deixando-o preso no banco. O processo ainda afirma que a fabricante sabia que seu modelo Porshe Carrera GT “tinha uma história de instabilidade e problemas de controle”.

A empresa afirmou que o responsável pelo acidente foi o próprio Paul Walker, devido à velocidade excessiva com que o carro foi dirigido. O comunicado ainda acrescenta que ele nunca deveria ter permitido que o amigo Roger Rodas – que estava no volante e também morreu no acidente – dirigisse em uma velocidade tão alta em ruas urbanas. A filha de Paul, Meadow, já foi procurada pelo “Daily Mail” e afirmou que a resposta da Porshe é “lamentável”. Paul Walker e Roger Rodas morreram na cidade de Valencia, em Los Angeles, quando bateram contra uma árvore.