25.07.2017  /  10:53

Por popularidade, Emmanuel Macron vai se encontrar com Bono e Rihanna

Emmanuel Macron, Bono e Rihanna: semana agitada || Créditos: Getty Images

Emmanuel Macron, o presidente da França, está de olho em aumentar sua popularidade entre os jovens, e isso implicaria em se encontrar com dois grandes astros da música pop-rock em uma semana? Sim! Depois de receber Donaldo Trump no Dia da Bastilha no início deste mês, com direito ao exército francês tocando hits de Daft Punk durante desfile oficial, na noite desta terça-feira será a vez dele entreter a estrela do rock irlandês e ativista Bono no Palácio do Élysée.

A visita de Bono tem um motivo: o líder da U2 é fundador da One Campaign, organização de campanha que tem como missão acabar com a extrema pobreza e doenças evitáveis, particularmente na África, e o cantor vai pedir ajuda para manter sua ideia.

E na agenda de Macron outra surpresa: na quarta-feira, o presidente vai se encontrar com Rihanna – a informação já foi confirmada pelo Palácio do Élysée. A cantora fundou a organização Clara Lionel Foundation, que em junho enviou mensagens públicas para Macron e aos líderes da Alemanha, Argentina e Canadá, perguntando sobre o compromisso de apoiar a educação no mundo em desenvolvimento.

Macron está recebendo as duas estrelas do pop porque sua aprovação em todo o país diminuiu 10 pontos, chegando a 54%, desde que ele foi eleito em maio. Isso marca o maior declínio para um novo presidente desde Jacques Chirac assumiu a França em meados dos anos 90. Que tática…