30.07.2020  /  10:17

Por causa da pandemia, Tom Hanks vai reviver primeiro emprego como vendedor de pipoca. Entenda!

O ator em seus dias como vendedor de pipoca e cachorro quente || Créditos: Reprodução

Um dos maiores nomes de Hollywood e dono de uma fortuna estimada em US$ 350 milhões (R$ 1,82 bilhão), Tom Hanks vai reviver em breve seus dias como… vendedor de pipoca e cachorro quente! Glamurama explica: é que bem antes da fama, o astro ganhava a vida vendendo as delícias tipicamente americanas no estádio do time de beisebol Oakland Athletics, o Oakland Coliseum que fica na cidade de mesmo nome localizada na Califórnia.

Fã do esporte e torcedor de carteirinha da equipe, Hanks, que nasceu e foi criado na região, topou na hora quando os dirigentes do Oakland Athletics o procuraram para propor que ele emprestasse sua voz para os efeitos sonoros que serão adicionados aos jogos da próxima temporada da MLB, a Liga Americana de Beisebol, e que por causa da pandemia não terá público presente nos estádios.

Pra coisa não ficar muito chata, a solução encontrada foi criar sons iguais aos produzidos pelos torcedores que vão aos jogos de beisebol em tempos normais, a fim de adicioná-los às disputas que serão transmitidas ao vivo pela televisão.  E nesse caso Hanks, já 100% recuperado da Covid-19, deverá ser ouvido vez por outra pelos telespectadores gritando “Pipoooca!” ao fundo, tal como fazia décadas atrás.

“Eu vendia pipoca durante os jogos do Oakland quando tinha 14 anos”, o ator de 64 anos lembrou em uma entrevista que deu pra falar sobre o revival que fará do antigo job. “Também vendia amendoins e refrigerantes, sempre tendo em mente que estava fazendo um programa de TV. Cheguei a ser assaltado duas vezes, mas dessa vez tenho certeza que dará tudo certo”, brincou o veterano da telona. (Por Anderson Antunes)

*

Abaixo, o anúncio feito na conta oficial do Oakland Athletics no Twitter sobre o retorno de Hanks ao Oakland Coliseum: