15.04.2020  /  11:14

Por causa da crise, Domingo Zapata aceita até caviar como pagamento por seus quadros. Entenda!

Domingo Zapata || Créditos: Reprodução

Em tempos de crise, profissionais autônomos precisam ser mais flexíveis na hora de receber pelos serviços e produtos. Tome-se como exemplo Domingo Zapata, artista espanhol há anos radicado em Nova York, que recentemente vendeu um de seus quadros e recebeu como parte do pagamento… caviar! Estimada em US$ 30 mil (R$ 157,4 mil), a peça rendeu ao artistas, que já foi chamado de “próximo Andy Warhol”, cerca de US$ 6 mil (R$ 31,5 mil) na iguaria.

Zapata, que até recentemente estava pintando um painel de vinil gigantesco nos arredores da Times Square mas precisou interromper o trabalho por causa da quarentena, também colocou em modo stand-by a organização de um concurso de artes que pretendia promover na Espanha para descobrir novos talentos em sua terra natal, e cujo prêmio seria uma viagem para a Big Apple com tudo pago. Quando tudo voltar ao normal tanto de um lado do Atlântico como do outro, ele retoma o projeto. (Por Anderson Antunes)