28.11.2017  /  14:42

Polêmica: para a atriz Angela Lansbury, mulheres vítimas de assédio “têm parte da culpa”

Angela Lansbury || Créditos: Getty Images

Para uma das atrizes veteranas mais adoradas pelo público no hemisfério norte e além, as mulheres envolvidas nos casos de assédio sexual que estouraram em Hollywood recentemente “têm de assumir parte da culpa” pelos crimes dos quais foram vítimas. Essa declaração foi feita nessa segunda-feira pela inglesa Angela Lansbury, estrela dos palcos da Broadway e do West End de Londres e de filmes clássicos como “Quem Viu Quem Matou?” e o desenho “A Bela e a Fera”, de 1991, no qual dublou a simpática Mrs. Potts.

“Existem dois lados desta moeda”, ela disse em entrevista à revista britânica “Radio Times”. “Mulheres que fazem de tudo em busca da beleza simplesmente para parecerem mais atraentes podem sofrer consequências nefastas, e isso se tornou um tiro no pé para nós – e é assim que estamos hoje. De vez em quando, temos de assumir responsabilidade, mulheres. Pensem nisso”.

Lansbury, de 92 anos, está cotada para interpretar a Senhora dos Balões na aguardada sequência do musical “Mary Poppins”, de 1964, com previsão de estreia para o Natal do próximo ano. Entre os colegas de cena dela na superprodução estão Emily Blunt e Lin-Manuel Miranda, que no auge do escândalo sexual iniciado pelas acusações contra Harvey Weinstein divulgaram notas condenando o produtor e manifestando solidariedade às mulheres supostamente atacadas por ele.

Assim como a atriz, Donna Karan também “causou” em meados de outubro ao sugerir que as vítimas de Weinstein “fizeram por merecer” por se vestirem de maneira “excessivamente sensual”. Dias depois ela se desculpou publicamente pelo comentário e jurou não acreditar que tais palavras saíram de sua boca. (Por Anderson Antunes)