25.02.2019  /  7:49

Piada de Trevor Noah sobre Mel Gibson causa constrangimento durante a transmissão do Oscar

Trevor Noah: ele não esqueceu dos “pecados” de Gibson || Créditos: Getty Images

Mel Gibson nem sequer marcou presença no Oscar desse domingo, mas mesmo assim foi o personagem principal de um dos momentos mais controversos que rolaram durante a transmissão da grande noite de Hollywood. E o responsável por isso foi o comediante Trevor Noah, que subiu ao palco da premiação para apresentar o clipe de “Pantera Negra”, concorrente na categoria de Melhor Filme de 2018. Ao discursar sobre a enorme popularidade da superprodução, que arrecadou mais de US$ 1,3 bilhão (R$ 4,9 bilhões) nas bilheterias globais, Noah comentou que na coxia do Oscar até Gibson se mostrou fã do arrasa-quarteirão.

“Ele já chegou dizendo ‘Wakanda pra sempre'”, brincou Noah, em referência ao grito de guerra do país fictício da África subsariana presente nos quadrinhos da Marvel que inspiraram a fita. “Depois disse outra coisa, mas essa parte do Wakanda foi legal”, completou. A plateia, claramente constrangida, se dividiu entre risos de nervoso e algumas vaias, ainda que tímidas.

A cutucada tem a ver com o vazamento de mensagens de voz que Gibson enviou em 2010 para sua então mulher, Oksana Grigorieva. Nesses áudios, o mega-astro fez vários comentários de teor machista e racista, e na época muita gente decretou o fim da carreira dele. Mas no fim foi o contrário disso que aconteceu, e em 2016 o diretor e protagonista de “Coração Valente” foi mais uma vez consagrado pela Academia com as oito indicações ao Oscar que seu “Até o Último Homem” recebeu, das quais acabou levando pra casa duas (Melhor Edição de Som e Melhor Montagem). Muitos colegas de Gibson acreditam que ele não merecia o “perdão”. (Por Anderson Antunes)