30.12.2020  /  11:43

Pesquisa de popularidade entre os americanos coloca Trump e Michelle Obama lado a lado

Michelle Obama e Donald Trump
Michelle Obama e Donald Trump || Créditos: Reprodução

O resultado de uma pesquisa divulgada nessa terça-feira nos Estados Unidos deixou um monte de gente confusa. É que o levantamento, conduzido pelo Gallup entre os dias 1 e 17 de dezembro e que contou com a participação de 1.018 pessoas, indicou que Donald Trump foi o homem mais admirado pelos americanos em 2020, mesmo apesar de sua postura inicial de negação em relação à pandemia de Covid-19, sem falar na derrota dele para Joe Biden no último pleito presidencial realizado no país.

Pelo terceiro ano consecutivo, a mulher mais admirada pelos americanos nesse ano foi Michelle Obama, mulher do ex-presidente dos EUA Barack Obama. De maneira geral, Trump recebeu a aprovação de 39% dos respondentes, ao passo que a ex-primeira-dama americana contou com a simpatia de 15% deles.

Biden, que substituirá Trump na Casa Branca a partir do próximo dia 20 de janeiro, ficou em terceiro lugar na tal pesquisa que, aliás, foi encomendada pela CNN, rival histórica de Trump, e é seguido pelo médico Anthony Fauci, pelo Papa Francisco, pelo senador independente Bernie Sanders e pelo bilionário Bill Gates – esse último um dos mais vilanizados nas redes sociais nesses tempos de novo coronavírus.

Já no caso específico das mulheres mais admiradas pelos americanos, Michelle está à frente da vice-presidente eleita dos EUA Kamala Harris, da primeira-dama Melania Trump, da ex-secretária de Estado Hillary Clinton, da estrela em ascensão do Partido Democrata Alexandria Ocasio-Cortez, da juíza da Suprema Corte dos EUA Amy Coney Barrett, da chanceller da Alemanha Angela Merkel e da rainha Elizabeth II. (Por Anderson Antunes)