Gabriel Braga Nunes: “‘Conquistar Hollywood’ soa tão fora de época”

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0

Por Verrô Campos

Gabriel Braga Nunes é dos mais valiosos atores de sua geração na Globo. No dia 24 de junho ele estreia o remake de “Saramandaia”, no horário das 23h. Seu personagem, o soturno professor Aristóbolo, foi interpretado por Ary Fontoura na versão original. Entre uma gravação e outra ele conversou com Glamurama sobre seu novo papel e algumas memórias da primeira infância.

Em “Saramandaia” você será o Professor Aristóbolo, que vira lobisomem em noite de lua cheia. Como você tem se preparado para o papel? “Tenho olhado imagens de lobos como referência para as transformações e penso no ‘estofo’ de atores clássicos do teatro quando estou de Aristóbulo. Mas fujo de composição e formalidade, acredito que o personagem apareça na relação com os outros.”

“Saramandaia” foi a única novela brasileira que trouxe o realismo fantástico, estilo literário latino-americano, para a televisão. Você tem familiaridade com o estilo? “Nenhuma familiaridade com o estilo, mas muito em casa ao ler os capítulos. Nossa novela falará sobre liberdades individuais e aceitação de diferenças, temas atuais e importantes.”

Você tem alguma memória da novela original? “A música do Ednardo e o lobisomem do Ary Fontoura são minhas lembranças mais fortes da versão de 76. Esse convite do Ricardo Linhares me remete à primeira infância, a sensações lúdicas que ficaram até hoje. Eu tinha 4 anos.”

Conquistar Hollywood está nos seus planos? O cinema lhe seduz de alguma forma? “A expressão ‘conquistar Hollywood’ soa tão fora de época, acho que este já não é um sonho da minha geração. Gosto de cinema, sim.”

E o teatro? Tem novos planos? “Nenhum plano no momento. Não faço peças há alguns anos e, no entanto, não me sinto afastado do teatro.”

Você nasceu em uma família de artistas (a mãe é a atriz Regina Braga e o pai, o diretor Celso Nunes). Qual o grande conselho ou exemplo de seus pais que você segue na vida profissional? “Eles me dão diversos conselhos até hoje, gostamos de trocar impressões profissionais. Confio muito nos dois.”

Quais são os seus melhores amigos na Globo hoje? “Chega uma hora em que não há como fugir, você acaba reencontrando diversos amigos a cada novo trabalho. Saramandaia está cheia deles, o que é um prazer!”

Embora tenha nascido e sido criado em São Paulo, você já se tornou cidadão carioca. Continua corinthiano roxo? “Adoro futebol e sou corinthiano, sim.”