10.01.2018  /  13:18

Penelope Cruz recebe flores enquanto família Versace repudia série sobre a morte de Gianni

Penélope Cruz na pele de Donatella Versace || Créditos: Reprodução Instagram

O assunto mais falado do momento entre a turma da moda e da TV é a estreia da temporada de “American Crime Story” dedicada ao assassinato de Gianni Versace, que vai ao ar no dia 17 de janeiro pelo canal FX. Polêmicas e fatos desencontrados tem deixado todo mundo confuso. Explicamos: nesta semana, pouco após a família Versace se pronunciar dizendo que a série deve ser considerada uma mera obra de ficção, Donatella Versace enviou flores para a Penelope Cruz, atriz que a interpretou em “The Assassination of Gianni Versace”.

Quem comentou sobre o presente recebido por Penelope foi o próprio escritor e diretor da série Ryan Murphy. “Donatella Versace enviou a Penelope um imenso arranjo de flores ontem”, disse ele ao portal “WWD”, durante a pré-estreia da série, que rolou nessa terça-feira. A atriz emendou o papo, dizendo que o mimo a deixou muito feliz, mas disse que não sabia se Donatella, que é sua amiga pessoal, tinha ou não visto a série.

Voltando ao comunicado enviado à imprensa nesta semana, ele marcou a primeira vez que a família Versace se pronunciou sobre “The Assassination of Gianni Versace” e deixa claro seu não envolvimento com sua produção. “A família Versace não autorizou e nem esteve envolvida na série de TV dedicada à morte de Gianni Versace. Uma vez que a Versace não autorizou o livro que serviu parcialmente como roteiro para a série e não participou da criação do roteiro, esta série de TV deve ser considerada uma obra de ficção.”  

A história retratada no seriado escrito por Ryan Murphy se baseia nos últimos dias de vida do estilista, morto em frente a seu château em Miami Beach, em 1997. Seu assassino, o serial killer Andrew Cunanan, cometeu suicídio uma semana depois, bem no momento em que a polícia estava pronta para prendê-lo. O script teve como base o livro “Vulgar Favours”, lançado em 1999. Na ocasião do lançamento do livro, a família Versace deixou claro seu não envolvimento com a obra, da mesma forma que fez agora com a série.

Nenhuma ação legal foi tomada contra o canal FX, mas Donatella Versace, irmã de Gianni e atual vice-presidente do Grupo Versace, chegou a dizer em entrevista ao portal “WWD” em novembro que não tinha pretensão de assistir a série: “Falei com Penélope, ela é uma amiga e disse que vai me tratar com respeito – mas não sei o que será (mostrado) já que vem de um livro que diz falsidades incríveis”, disse ela. O único pedido especial feito por Donatella ao diretor da série foi que a filha, Allegra, não fosse envolvida ou retratada em nenhum momento da trama.

Em sua defesa e de Murphy, o canal se pronunciou: “Assim como a série original ‘American Crime Story: The People Vs OJ Simpson’, baseada no bestseller “The Run of His Life” de Jeffrey Toobin, “The Assassination Of Gianni Versace” também foi baseado na pesquisa intensa de Maureen Orth feita para o livro ‘Vulgar Favors’, que examina a verdadeira fúria do crime cometido por Andrew Cunanan.”

Em tem mais: Antonio D’Amico, modelo e namorado de Versace por 15 anos, também criticou imagens de divulgação da série. “A imagem de Ricky Martin segurando o corpo em seus braços é ridícula”, disse ele, comparando a cena à obra “Pietá” de Michelangelo. “Talvez seja a licença poética do diretor, mas não foi assim que eu reagi.” De qualquer forma, Glamurama não vê a hora de assistir aos nove episódios da temporada.

Abaixo, assista o trailer oficial de “The Assassination of Gianni Versace: American Crime Story”: