03.05.2017  /  17:39

Pedro Bial estreia talk show no horário do Jô e divide a internet entre críticas e elogios

tyamanho bial
Pedro Bial || Créditos: Divulgação

Craque quando o assunto é se reinventar, e sem preconceito quanto ao público que vai falar, Pedro Bial lançou nessa terça-feira seu talk show “Conversa com Bial”, que foi ao ar depois do “Jornal da Globo”. A ministra do STF Cármen Lúcia foi quem abriu a rodada de bate-papo. Nesta quarta-feira a convidada é de outro mundo: Rita Lee, com direito a dança e moda, como adiantou Maria Prata, mulher do apresentador, em seu Instagram. Na sequência, vão ao ar entrevistas que já foram gravadas com nomes como Gilberto Gil, Rodrigo Santoro, Zeca Pagodinho, Maiara & Maraísa, o padre Fábio de Melo e José Mujica, ex-presidente do Uruguai. Com a licença da emissora para trazer pessoas de outras emissoras, o apresentador quer mesclar bastante a lista que vai se sentar do outro lado da bancada.

O programa de Bial já até ganhou um perfil na rede social para chamar de seu: @ConversacomBial, mas até o fechamento desta reportagem estava em torno de 1350 seguidores apenas.

Glamurama, que conferiu o primeiro episódio, sacou que a essência é mesmo de um tradicional talk show, mas com proposta mais intimista e livre, “Conversa com Bial” nasce com a ambição de levantar e dividir opiniões em uma hora em que os ânimos estão mais calmos, altas horas da noite, trazendo convidados e temas da atualidade. Mas esqueça formatos engessados ou similares ao “Programa do Jô”. O programa busca uma dinâmica própria, que seja pelo menos um pouco diferente a cada dia, variando entre entrevistas longas, com um único convidado, e bate-papos com mais de um convidado em formato de debate. Tudo com um desafio: manter o humor sem fazer piada com fatos do dia a dia, como o modelo seguido por Danilo Gentili, Fabio Porchat e Tatá Werneck.

Bial e no programa piloto de "Conversando com Bial" || Créditos: Divulgação
Bial e ministra do STF Cármen Lúcia no programa piloto de “Conversa com Bial” || Créditos: Divulgação

 

Na internet de gregos e troianos, o piloto do programa logo entrou entre os assuntos mais comentados do Twitter. Alguns pediram pela volta de Jô Soares, que se aposentou dos talk shows, outros elogiaram Bial e outros ainda disseram que o programa terá que ser reformulado de forma urgente. Gravado nessa segunda-feira (1), citou o personagem José Dirceu na entrevista com Cármen Lúcia, mas perdeu o time por não comentar o assunto do dia da exibição: a decisão do STF de revogar uma ordem de prisão do juiz Sergio Moro e determinar a libertação do ex-ministro José Dirceu.