19.04.2021  /  12:07

Paulo Gustavo dá sinais de melhora e a amiga Susana Garcia, irmã de Monica Martelli, relata o que aconteceu: “Percebi que você estava me ouvindo e mexeu a cabeça”

Paulo Gustavo e Susana Garcia // Reprodução Instagram

Um relato emocionado de Susana Garcia, irmã de Monica Martelli e bff de Paulo Gustavo, trouxe esperança aos familiares, amigos e fãs. Diretora de programas e filmes do humorista, Susana também é médica e tem acompanhado de perto a evolução do caso de Paulo no hospital. O ator, que está há mais de um mês internado, em estado grave, lutando contra complicações da Covid-19, deu sinais de uma sensível melhora nos últimos dias. Em seu Instagram, Susana compartilhou o momento que teve com ele nesse domingo em uma carta aberta ao amigo:

“Ontem foi um dia muito especial com vc. Assim que cheguei, comecei conversando com vc e vi na hora que aumentou a sua frequência cardíaca e a respiratória. Te perguntei se vc estava me ouvindo e pedi pra vc mexer a sua cabeça. Vc mexeu duas vezes e tentou abrir a boca. Fiquei de mão dada com você e pedi pra vc apertar a minha mão e vc apertou fraquinho. Naquele momento, percebi que vc estava conectado comigo e me ouvindo. Fiquei emocionada com vontade de chorar, mas eu não podia chorar. Respirei fundo e comecei a falar coisas alegres. Disse o quanto vc está se recuperando e como todos nós estamos com saudades. Falei o nome de cada um da sua família, o quanto eles te amam. Dea e Ju rezam o dia inteiro por vc. Falei que o Thales está ali com vc todo o tempo. Que não desgruda de vc. Todos os dias. O dia inteiro. E a medida que eu ia falando, eu perguntava se vc estava me ouvindo e vc balançava a cabeça. Falei que os seus amigos rezam por vc o dia inteiro. Falei do Brasil todo orando por vc. Disse que vc une as pessoas pelo afeto, pelo amor”, escreveu Susana, que finalizou falando da foto que postou, em que aparece no backstagem de uma gravação com ele: “Sei que daqui a pouco estaremos assim novamente. Até já!”.

O último comunicado oficial também aponta melhoras no quadro de Paulo Gustavo: “Felizmente, não surgiram novas complicações nos últimos quatro dias. O quadro clínico do paciente, embora ainda preocupante, é de estabilidade, com alguns sinais mais evidentes de recuperação das funções pulmonares. Também verificamos boa responsividade aos pequenos estímulos. Ainda há necessidade de mantermos a ECMO, assim como a ventilação mecânica.”