23.06.2020  /  13:19

Paul McCartney e suas filhas pedem fim de lei que obriga carne nas escolas inglesas: “É hora de revisitar as regras e ajudar o planeta”

Paul McCartney // Reprodução Instagram

Go vegan! Sir Paul McCartney, vegetariano de longa data, assinou uma carta aberta enviada ao governo britânico pedindo o fim de uma lei do Reino Unido que obriga a presença de carne nas refeições servidas nas escolas locais. O ex-beatle de 78 anos divulgou um breve comunicado em solidariedade à campanha organizada pela organização de defesa dos animais PETA.

“Ninguém precisa comer carne, então não deveria ser obrigatório a servir carne nas escolas. É a hora de revisitar as regras para ajudar o planeta, proteger animais e promover uma alimentação saudável”, diz texto assinado por McCartney e suas filhas Stella e Mary, enviado junto com a carta aberta produzido pela PETA para o secretário de educação do Reino Unido, Gavin Williamson. A carta lembra que uma pesquisa de 2019 revelou que 70% das crianças britânicas podem mais alimentos veganos em suas refeições nas escolas.

O cantor aboliu a carne de seu cardápio em 1975, inspirado por sua mulher, Linda McCartney. Ambos acabaram criado uma empresa própria de alimentos vegetarianos em 1991. Dia desses, Paul revelou que sempre confere se a personagem Lisa, de ‘Os Simpsons’, continua vegetariana após uma participação dele no desenho animado em 1995. Sir Paul é o máximo mesmo!