29.01.2018  /  12:45

Hillary Clinton no Grammy desperta a ira do filho de Donald Trump

Hillary Clinton durante sua pontinha no Grammy deste domingo || Créditos: Getty Images

Um dos momentos mais comentados do Grammy deste domingo foi quando Hillary Clinton apareceu em um vídeo, junto com outros famosos como Cher e Snoop Dogg, lendo trechos do livro bombástico do jornalista Michael Wolff sobre os primeiros meses do governo de Donald Trump, “Fire and Fury: Inside the Trump White House” (“Fogo
e Fúria: Dentro da Casa Branca de Trump”).

O filminho foi uma ideia do mestre de cerimônias da premiação, o comediante James Corden, para falar sobre o assunto mais do que atual e também para chamar atenção para uma das categorias menos conhecidas do Grammy, a de Melhor Álbum Falado (audiolivro), na qual três ex-presidentes dos Estados Unidos já foram premiados: Jimmy
Carter, Barack Obama e Bill Clinton, que dias antes tinha até acompanhado a mulher em um evento paralelo da Academia de Gravação.

Nem todo mundo, no entanto, gostou da brincadeira. “Ler um trecho de um livro de #fakenews no Grammy parece ser um grande prêmio de consolação por perder a presidência”, postou no Twitter Donald Trump Jr., o primogênito do atual presidente americano. “Quanto mais Hillary aparece na televisão, mais o povo americano percebe o quanto é bom ter @realDonaldTrump [na Casa Branca]”, completou. (Por Anderson Antunes)