02.11.2014  /  13:00

“Para Sempre Teu, Caio F.” tem sessão emocionante no Festival de Paraty

Caio Fernando Abreu quando passou temporada em Londres

A saudade bateu na sessão de “Para Sempre Teu, Caio F.”, dirigido por Candé Salles, no Festival Internacional de Cinema de Paraty, na noite desse sábado. No final do filme, pessoas que conheceram o escritor gaúcho, que morreu em decorrência da Aids em 1996, como Suzana Villas Boas, diretora do festival, e a atriz Suzana Pires, que fala sobre Caio no filme, estavam visivelmente emocionadas. “Como faço agora para apresentar o ‘Casa Grande’ com essa cara (de choro)?”, comentava Suzana, já que seu novo longa era a sessão seguinte.

O filme, baseado no livro de mesmo nome de Paula Dip, com roteiro dela, tem uma turma de estrelas interpretando trechos da literatura de Caio. Isso graças à genialidade do escritor e às conexões e amizades de Candé, que também é produtor de elenco. “Costumo falar que tenho o elenco dos sonhos no filme. Se tivesse que pagar, seria milionário”, brincou Candé sobre a lista que inclui Regina Duarte, Marisa Orth, Camila Pitanga, Caco Ciocler, Du Moscovis, Fábio Assunção, Natalia Lage ( que faz a voz da autora), Maitê Proença, Carolina Dieckmann, Cauã Reymond, Thiago Lacerda, Paolla Oliveira, Maria Flor, Alexandre Borges, Guilherme Weber, Mayana Moura e muitos outros. Cerca de 60 amigos e colegas do autor foram entrevistados para o filme, como Maria Adelaide Amaral, Lya Luft, João Gilberto Noll, Marcelo Rubens Paiva, Adriana Calcanhoto, Mario Prata, Miguel Prata, Grace Gianoukas e Angela Ro Ro. Prova de que Caio Fernando Abreu e sua obra são uma unanimidade. Embora tenha morrido antes da era das redes sociais, Caio é o campeão em citações no Facebook, na frente de sua grande musa inspiradora, Clarice Lispector.

O filme, no momento, está rodando os festivais. Será apresentado no Mix Brasil, em São Paulo,  nos dias 17 e 18 de novembro, e depois viaja pelo Rio Grande do Sul, Goiás e Rio, no Festival Recine do Arquivo Nacional, no dia 27 de novembro. Entra em cartaz em 2015, para depois fazer parte da programação do Canal Brasil e ganhar uma edição em DVD. Fique de olho, glamurette!
(Por Verrô Campos de Paraty)

Candé Salles com Caio Fernando Abreu em 1994 em Fortaleza e com Suzana Pires e Mayana Moura no Festinal Internacional de Cinema de Paraty