02.02.2016  /  20:41

Para Planalto, ida de Dilma a Congresso mostra reação e pauta agenda política

Presidente discutiu com ministros, no final de semana, se deveria ir pessoalmente ao Congresso|| Gustavo Lima/ Câmara dos Deputados
Presidente discutiu com ministros, no final de semana, se deveria ir ao Congresso|| Gustavo Lima/ Câmara dos Deputados

Ir ou não ir, eis a questão. Começou a ser feita no último final de semana a costura política para que a presidente Dilma Rousseff fosse pessoalmente ao Congresso Nacional nesta terça-feira ler a mensagem do Executivo aos parlamentares, na cerimônia de abertura dos trabalhos do ano legislativo de 2016. O texto da mensagem, lido pela petista, também foi elaborado ao longo da semana passada. O gesto desta terça-feira não se tratou de uma decisão solitária da presidente, mas de uma ação discutida meticulosamente com os ministros mais próximos, especialmente os que atuam na área política.

Ao final do dia, os auxiliares da presidente comemoravam os resultados da ação. Os ministros consideraram que a presidente mostrou aos parlamentares, de governo e de oposição, que tem iniciativa e coragem. E o mais positivo, na avaliação do Planalto: o governo deu a pauta política. Essa foi a reclamação geral no Parlamento, pois ninguém sabia quais eram de fato as prioridades do Executivo e nem por onde caminhar. (Por Malu Delgado)