14.01.2021  /  15:47

Para conter o coronavírus, governo britânico veta eventos presenciais na semana de moda de Londres

Burberry, Halpern, Stella McCartney e Paul Smith: marcas da semana de moda de Londres // Reprodução

Depois da Fédération de la Haute Couture et de la Mode anunciar que as semanas de moda de janeiro em Paris não terão convidados presenciais, agora é a vez de Londres decretar uma edição virtual.

O governo britânico, que está lutando contra a segunda onda da Covid-19 e com a aparição de novas variações do vírus, decretou que o evento, que rola entre os dias 19 e 23 de fevereiro, em formato genderless e sem estação definida, também não poderá ter publico. Como vem acontecendo desde o ano passado, marcas e estilistas devem focar em apresentações digitais, pré-gravadas ou transmitidas ao vivo. Aguardem!