18.01.2021  /  11:35

Para Carrie Bradshaw, morar na NY dos dias atuais custaria, no mínimo, R$ 15,9 mil mensais

Sarah Jessica Parker em cena da primeira temporada de "SATC"
Sarah Jessica Parker em cena da primeira temporada de “SATC” || Créditos: Reprodução

A vida de Carrie Bradshaw na Nova York dos dias atuais em breve vai ganhar a telinha, uma vez que um revival de “Sex and the City” produzido pela HBO Max já está no forno. Mas uma coisa é certa: a personagem mais famosa de Sarah Jessica Parker dificilmente viveria na Big Apple hoje em dia pagando os módicos US$ 700 (R$ 3,7 mil) mensais que desembolsava para viver em um apartamento de um quarto no Upper East Side de lá quando a série estreou, em 1998.

De acordo com cálculos da imobiliária online nova-iorquina UrbanDigs.com, Carrie precisaria desembolsar no mínimo US$ 3 mil (R$ 15,9 mil) por mês para morar no bairro hypado em 2021. E frise-se que isso ainda seria um achado, lembrando que NY tem um dos mercados imobiliários mais aquecidos do mundo e pra cada flat disponível para aluguel na cidade há uma fila de candidatos a inquilinos.

O que pouca gente sabe é que o apê da fashionista mais famosa da televisão que aparecia em “SATC”, apesar de ser apresentado como um imóvel do Upper, na verdade ficava em um prédio localizado no número 66 da Perry Street, no West Village, onde os preços cobrados por aluguéis são ainda mais salgados. Ainda mais pra que tem uma coleção de sapatos de grife que, por si só, precisaria de um cômodo à parte para ser abrigada. (Por Anderson Antunes)