As astronautas Christina Koch e Jessica Meir || Créditos: Divulgação

Para além de Felipe Neto e Bolsonaro: outros 10 nomes que merecem destaque na lista de mais influentes da Time

23.09.2020  /  19:42

As astronautas Christina Koch e Jessica Meir || Créditos: Divulgação

A revista Time divulgou nesta terça-feira (22) a lista das 100 pessoas mais influentes do mundo em 2020, com dois brasileiros presentes: o presidente Jair Bolsonaro e o youtuber Felipe Neto. Em uma série de perfis, a publicação explica os motivos pelos quais os selecionados merecem destaque no ano. Conheça outros nomes selecionados.

Kamala Harris

A candidata a vice de Joe Biden, que concorre contra o presidente Donald Trump nos EUA, está deixando sua marca muito antes de chegar ao final da corrida eleitoral. A congressista Ayanna Pressley foi a encarregada de escrever sobre Kamala. No texto, ela a chama de “pioneira” e “forte”. “Sua vida e carreira foram definidas por um feroz compromisso com o serviço público e uma crença inabalável no governo como uma força do bem”, escreveu.

Anthony Fauci

O epidemiologista norte-americano, membro da força-tarefa da Casa Branca no combate à pandemia do novo coronavírus, também recebeu destaque e teve seu perfil feito pelo apresentador Jimmy Kimmel, que ressaltou sua coragem e o fato do médico se atentar apenas aos fatos para fazer suas orientações. “Dr. Fauci não suaviza suas palavras e se recusa a ser pressionado por políticos. Ele passa a verdade, por mais difícil que seja ouvi-la, com sinceridade e com um único objetivo: salvar vidas”, afirmou o apresentador.

Lewis Hamilton

O piloto de Fórmula-1 que tem se manifestado constantemente a favor da luta antirracista teve seu perfil escrito pelo automobilista Bubba Wallace. No texto, ele diz que sempre idolatrou Hamilton. “Eu sou o único piloto negro no nível superior da NASCAR. Então, o exemplo do Lewis, como único piloto negro da F1, é particularmente significativo para mim. Ele mostra que nós estamos por aí fazendo as coisas”, disse.

Megan Thee Stallion

A rapper que recentemente lançou uma parceria com a cantora Cardi B na música “WAP” apareceu na categoria Pioneiros. A cantora ganhou os holofotes depois que sua música “Savage” viralizou no aplicativo Tik Tok. A atriz Taraji P. Henson perfilou a artista e disse que ela é “profunda” e que tem um “espírito livre”. “A indústria pode tentar classificá-la neste jogo de rap, mas ela tem um plano muito maior. E nós a entendemos. Eu só quero que ela continue ganhando”, afirmou a atriz em seu texto.

Michael B. Jordan

O ator que ganhou grande destaque mundial após dar vida ao vilão Erik Killmonger, no filme Pantera Negra, também é uma das pessoas mais influentes do ano. Quem escreveu o perfil dele foi o também ator Denzel Washington, que afirmou que Jordan tem energia e presença singulares. “É revigorante. O que aprendi sobre ele no pouco tempo que o conheço me levou a admirar sua ética de trabalho, sua intensidade e seu desejo por excelência”, disse o veterano.

Christina Koch e Jessica Meir

As astronautas que formaram a primeira dupla feminina a andar no espaço também apareceram na lista em um perfil escrito pela ex-astronauta Mae Jemison, a primeira afro-americana a ir para o espaço. No texto, ela relembra o feito de 2019 e afirma que a caminhada delas mudou o que vemos como forte, corajoso e competente. “Eu acredito que Koch e Meir, por sua habilidade e execução, nos aproximam de um modelo baseado em inteligência, agilidade, capacidade, integridade, coragem e excelência”, disse.

Eric Yuan

O CEO da empresa de videoconferência Zoom é uma das pessoas que mais se destacaram em 2020. Devido à pandemia, a plataforma passou a ser utilizada para reuniões e encontros no mundo todo. O perfil do diretor foi escrito pelo cientista da computação e empresário Kai-fu Lee, que destacou que Yuan tem um estilo de liderança humilde. “O sucesso do Zoom não é um acidente. A razão pela qual o Zoom superou rivais muito maiores é que ele proporciona uma melhor experiência ao usuário”, explicou dizendo que o benefício da ferramenta é que ela “simplesmente funciona”.

Phoebe Waller-Bridge

A atriz e escritora também recebeu o reconhecimento da publicação com um perfil escrito pela cantora Taylor Swift. “Ela é produtora executiva e showrunner da série de sucesso Killing Eve. Seu monólogo, Fleabag, foi adaptado em uma série que a transformou na autossabotadora favorita de todos. Phoebe tem o hábito de criar anti-heróis femininos complexos de uma forma que antes parecia reservada aos personagens masculinos”, afirma a cantora.

Nemonte Nenquimo

A liderança indígena equatoriana teve um perfil escrito pelo ator e ambientalista Leonardo DiCaprio, que lembrou sua memorável atuação na preservação da Floresta Amazônica. Em 2018, Nemonte e a organização Waorani que ela lidera venceram uma batalha jurídica contra o Estado do Equador e, assim, conseguiu proteger quase meio milhão de acres de verde. “Lembro que uma vez ela me disse que não ia desistir, que continuaria lutando, defendendo a floresta que ama das indústrias e petroleiras que a devorariam”, afirmou.

Angela Davis

A ativista, intelectual e uma das principais lideranças dos Panteras Negras teve seu perfil produzido pelo escritor Common, que disse que o legado de Angela é algo atemporal e que ela incentiva as gerações a serem corajosas. “O amor dela pelos negros e pela humanidade em geral a enche de energia. Você pode ver isso refletido no impacto que gera no nosso mundo”, disse.

(Por Giorgia Cavicchioli)