09.07.2014  /  16:56

Papa Francisco corre para deixar Banco do Vaticano “transparente”

O papa Francisco contratou um ex-gestor de fundos da Europa e um lorde britânico para assumir a responsabilidade de tornar mais transparentes as operações do Banco do Vaticano e das redes de mídia do pequeno estado. A contratação dos dois executivos foi anunciada pela Santa Sé, sendo eles Jean-Baptiste de Franscu, que foi chefe do braço europeu do fundo Invesco, e Lord Patten, ex-gestor do fundo financeiro que controla a BBC britânica.

A ideia é que os dois executivos, que têm boas reputações, ajudem o Vaticano a se livrar da imagem de corrupção que o acompanha há décadas, e concluir a investigação aberta por conta do escândalo “Vatileaks”, que culminou com a renúncia do agora papa emérito, Bento VXI. (Por Anderson Antunes)