01.06.2020  /  21:13

Paolla Oliveira faz reflexão sobre o momento atual e, aos 38 anos, sobre a cobrança para ter filhos: “Me dei a liberdade de decidir quando”

Paolla Oliveira fala sobre cinema e o que tem feito na quarentena / Crédito: Instagram

Paolla Oliveira tem aproveitado o tempo nessa quarentena para refletir. Aos 38 anos, a atriz já estava de férias quando a pandemia do coronavírus parou tudo. “Enquanto você não precisa fazer algo, mas pode, isso tem um peso. Quando você não pode fazer algo porque a sua saída de casa afeta os outros, isso tem outro peso. À princípio, para mim, a impossibilidade me fez pensar em muitas coisas. A gente começa reorganizando a casa, mas o que vem depois disso? O que vem depois daqueles livros que eu queria ler, ou das séries que eu queria maratonar? Tem sido um momento muito reflexivo”, desabafou ela em ‘live’ do Canal Brasil.

Mas confessou que está tendo boas surpresas nesse período de isolamento forçado: “Revi testes e vídeos antigos meus. Me redescobri. Gostei de ter esse tempo para mim. Pena que precisou ser desse jeito. Tenho feito de tudo em casa. Moro com uma tia e a gente tá se virando. Também tenho meus bichos. São 4 cachorros e 9 gatos. Eles são minha vida. Se pudesse teria uns 100.”

Paolla também falou sobre uma cobrança que sempre recebe: Não pensa em ter filhos? “Já me cobraram tanto. Cheguei  a me sentir insensível por causa dessa cobrança da sociedade. Por que né? Maternidade é uma coisa tão linda pra ser imposta dessa maneira? As pessoas tem que ter o poder de optar, de ter ou não. E tudo bem. No meu caso, resolvi ter mais tempo. Fiz congelamento de óvulos, o que é um privilégio. Penso, sim, em ter filhos, mas me dei a liberdade de me apropriar do meu tempo e decidir quando”, disse Paolla que, desde o final do ano passado está namorando o coach Douglas Maluf.

Para conferir a entrevista completa, dá o play: