22.01.2020  /  8:54

Palácio de Buckingham acidentalmente sugere que Meghan Markle se divorciou de Harry

Meghan Markle e Harry || Créditos: Reprodução

A última crise no Palácio de Buckingham foi causada por uma… vírgula! Glamurama explica: em um comunicado divulgado pela residência oficial da rainha Elizabeth II nessa terça-feira, constava pela primeira vez a informação – já sabida por todos – sobre os novos títulos de Meghan Markle e do príncipe Harry depois do #Megxit: ela passará a atender por Meghan, Duquesa de Sussex e ele por Harry, Duque de Sussex, sem o uso do “Sua Alteza Real” em ambos os casos, que é o que dava a eles os privilégios da realeza.

Acontece que no caso específico da ex-atriz, o simples fato de que uma vírgula foi incluída depois do nome dela traz um precedente no mínimo delicado para os Windsors, uma vez que no passado o sinal só foi usado dessa forma para designar mulheres que se divorciaram de membros da família real britânica – Diana, Princesa de Gales e Sarah, Duquesa de York são alguns exemplos. Território mais do que perigoso, portanto, e inclusive porque o ex-casal real continua firme e forte e já escolheu até seu novo lar no Canadá.

O faux pas foi percebido por Alastair Bruce, comentarista de eventos especiais do canal britânico de notícias “Sky News”, e a ele representantes do Palácio de Buckingham reconheceram o erro às pressas e também informaram que a versão final dos novos títulos de Meghan e Harry será anunciada ainda nessa semana. O mais provável é que os dois, que tecnicamente serão plebeus daqui pra frente, passem a ser conhecidos apenas como Duquesa e Duque de Sussex, sem sequer o uso de seus nomes. (Por Anderson Antunes)