18.02.2020  /  9:46

Pai de Taylor Swift confrontou homem que invadiu sua cobertura na Flórida. Aos detalhes!

Scott e Taylor Swift || Créditos: Reprodução

Pai de Taylor Swift, Scott Swift passou por uma situação de aperto em meados de janeiro. Ao retornar para a cobertura onde vive em Tampa Bay, na Flórida, depois de ter saído para jantar, o corretor de bolsa encontrou um homem de 30 anos revirando o imóvel de 500 metros quadrados avaliado em mais de US$ 4 milhões (R$ 17,4 milhões). Sem pensar duas vezes, ele partiu para cima do invasor e conseguiu imobilizá-lo até a chegada da polícia, que também deu um jeito de chamar pelo celular.

O caso veio à tona somente nessa segunda-feira, em matéria publicada pelo jornal “The Tampa Bay Times”. De acordo com a publicação, o tal homem escalou uma escada de emergência que dá acesso aos 13 andares do prédio de Scott até encontrar uma janela do apê dele aberta. Detido desde o ocorrido, o suspeito de furto – que estava apenas em busca de água potável, segundo sua mãe – só poderá ser liberado mediante o pagamento de uma fiança de US$ 50 mil (R$ 217,2 mil).

Não se sabe ainda se Taylor era, de alguma forma, o alvo inicial do suposto criminoso. Mas no passado a cantora já teve problemas com um stalker que entrou sem ser convidado em pelo menos duas ocasiões na townhouse dela no TriBeCa, em Nova York. E isso sem falar que um outro fanático foi preso em julho do ano passado depois de passar horas se comportando de maneira estranha na frente da casa de praia da intérprete de “You Need to Calm Dawn” em Rhode Island. Medo! (Por Anderson Antunes)