15.04.2020  /  16:04

Pai de Rihanna testa positivo para coronavírus e passa por maus bocados em Barbados: “Pensei que ia morrer”

Rihanna e Donald // Reprodução

O pai de Rihanna, Ronald Fenty, testou positivo para coronavírus em seu país natal, Barbados, mas conseguiu se tratar adequadamente e acaba de ter alta. Ele diz que venceu a Covid-19 graças à ajuda da estrela.

“Minha filha Robyn estava me vigiando todos os dias”, contou Fenty, de 66 anos, ao The Sun. “Pensei que ia morrer. Tenho que dizer, eu te amo muito, Robyn. Ela fez muito por mim. Agradeço tudo o que ela fez.”

Segundo Ronald, Rihanna mandou um ventilador mecânico para o hospital onde estava internado no Caribe e providenciou tudo o que era necessário para combater a doença, que o deixou muito fraco e assustado: “Fiquei com muita febre. Eu temia o pior.”

Duas semanas depois de ficar em quarentena no Centro de Isolamento Paragon, Fenty foi declarado livre do vírus, e agora está descansando em sua casa em na praia de St. James.

“Quero que todos fiquem em casa. Esta é uma situação séria. Mais sério do que as pessoas imaginam. Por favor, fiquem em casa”, alertou o pai da popstar que é das celebs mais envolvidas em ações para ajudar pessoas afetadas pelo coronavírus. Rihanna já doou US $ 5 milhões por meio de sua Fundação Clara Lionel, se uniu a Jay-Z para doar US $ 1 milhão cada para os afetados pela pandemia em Los Angeles e Nova York. E também está trabalhando com Jack Dorsey, CEO do Twitter, para ajudar vítimas de abusos domésticos.