12.06.2019  /  9:40

Pai de Britney Spears quer interditar a cantora judicialmente, assim como fez em 2007

Britney e Jamie Spears || Créditos: Reprodução

O 2019 de Britney Spears está cada vez mais parecido com o polêmico 2007 dela, que é até hoje lembrado por seus fãs. Quer as provas? Não bastasse ter sido internada há alguns meses em uma clínica psiquiátrica dos Estados Unidos, exatamente como aconteceu há 12 anos depois do famoso episódio do surto em público que mudou sua vida para sempre, Brit agora corre o risco de ser interditada judicialmente mais uma vez pelo pai, Jamie Spears, como também foi o caso naquela época.

Responsável por cuidar do dinheiro da cantora no estado da Califórnia desde 2008, o patriarca do clã Spears agora deu entradas com pedidos para obter o mesmo direito em outros dois estados dos EUA, que no caso são o Havaí e a Flórida, onde sua filha mais famosa mantém residências. Caso consiga o que quer, ele poderá decidir o destino de cada centavo que a princesinha do pop tem na conta – estimados US$ 215 milhões (R$ 827,7 milhões).

O próximo passo do imbróglio judicial é ainda mais delicado, já que a intérprete de “Toxic” deverá se submeter a um exame para determinar seu estado e competência mentais. Recentemente, Spears foi flagrada pelos paparazzi curtindo um dolce far niente em Miami com seu namorado, Sam Asghari, e na ocasião ela reclamou dos fotógrafos que a clicaram por lá por supostamente terem aumentado sua silhueta no Photoshop só para deixá-la mais gordinha e com ar de descuidada. (Por Anderson Antunes)