Padrinhos de Marcelo Serrado aprontam antes e depois de entrar na igreja

0 Compartilhamentos
0
0
0
0
0
0

Glamurama viu uma cena inusitada na entrada do casamento de Marcelo Serrado e Roberta Fernandes no Rio, neste momento deste sábado. Uma van chegou trazendo todos os padrinhos do casal e, segundos depois que eles entraram correndo pelas portas do fundo da igreja Nossa Senhora do Carmo da Antiga Sé, no Centro, o motorista saiu gritando atrás. O motivo? Derrubaram whisky na van e ele queria tirar satisfação com o pessoal. Pena que, de tão ligeiros, não sobrou um para contar história. Entre os fujões, o ator Eriberto Leão.

E Glamurama sabe mais: a tal van dos padrinhos de Marcelo Serrado se envolveu, literalmente, na maior confusão também no final do casamento. Rodrigo Santoro, que conseguiu entrar sem ser registrado por nenhum paparazzo, fez o motorista passar raspando em um portão que dá acesso à saída dos fundos. Tudo para fugirem dos flashes. O grupo, que incluía Eriberto Leão e o cineasta Raul Guterrez, superamigos de Serrado, quis seguir logo para a festa, na Hípica, e o motorista acelerou o veículo com tudo, quase pegando fotógrafos e cinegrafistas. Já estava na esquina quando saiu da igreja Astrid Monteiro de Carvalho, uma das madrinhas. Esqueceram a empresária, grávida, sozinha pelas ruas escuras do centro do Rio. Ela correu para alcançar o grupo. Raul, inclusive, quis ajudá-la, prendeu a mão na porta da van e acabou se machucando. Com isso, passou a soltar palavrões, e tudo registrado pelas câmeras. No olho do furacão ainda surgiu a turma do “Pânico”: eles abriram a porta dos fundos do veículo já em movimento. Até que o carro conseguiu fugir. Babado forte, cena de cinema.

 

Olha aí os noivos no final do casamento: a festa foi na Hípica