07.11.2017  /  13:19

Pacote de luxo para assistir ao desfile da Victoria’s Secret na China sai por R$ 123 mil

Modelos no final do Victoria’s Secret Fashion Show 2016, que aconteceu no Grand Palais, em Paris || Créditos: Getty Images

Todos os anos um burburinho se forma em torno dos preparativos do desfile da Victoria’s Secret, que neste ano acontece no dia 28 de novembro em Xangai, na China. O auê não é para menos: o desfile da marca de lingerie conta com o casting mais poderoso do mundo. Neste ano foram escaladas tops como Adriana Lima, Martha Hunt, Lily Aldridge, Jasmine Tookes, Alessandra Ambrosio e Laís Ribeiro, encarregada de usar o milionário Fantasy Bra. Além disso, o desfile tipo show também conta com mega atrações musicais. As deste ano ainda não foram reveladas, mas há rumores de que Taylor Swift e Harry Styles subam na passarela.

Acontece que há muito mistério em torno dos convites para assistir ao desfile. Enquanto a marca alega que eles são restritos a convidados da marca, e não tem valor comercial, há alguns ingressos sendo vendidos por valores altíssimos. O site On Point Events oferece pacote por US$ 37,5 mil (R$ 123 mil) por pessoa para quem quer ir até Xangai assistir ao desfile. A viagem inclui 2 diárias em hotel de luxo a escolha do cliente – Mandarin Oriental ou Peninsula -, transfer do aeroporto para o hotel e o desfile. As experiências VIP especiais e after parties seriam uma forma mascarada de se referir aos ingressos para o desfile. Passagens não estão inclusas, tá?

A empolgação dos chineses em assistir ao espetáculo também é alta. Para eles, a plataforma de compra e venda de ingressos Taobao disponibilizou ingressos a preços a partir de 90 mil Yuan (cerca de R$ 45 mil). Neste caso, onde a venda dos convites foi mais escancarada, há dúvidas sobre a autenticidade deles.

Os passes para ver o desfile ao vivo andam tão altos que, segundo o site “Jing Daily”, a comunidade “2017 Victoria’s Secret Shanghai Fashion Show” alcançou a marca de 70 milhões de visualizações na rede social chinesa Weibo. No espaço virtual há ainda uma onda de críticas a respeito da participação das modelos Gigi e Bella Hadid no desfile. É que internautas vem lembrando um episódio na qual as duas foram pegas zombando de asiáticos no Instagram.

Ingresso para o desfile da Victoria’s Secret 2017 à venda na plataforma Taobao por cerca de R$ 45 mil || Créditos: Reprodução

Levar seu desfile para Xangai, o primeiro lugar na China a abrigar loja da VS, é estratégia comercial da marca de lingerie. Em 2016, a marca escalou número record de modelos chinesas em sua passarela – quatro garotas. E embora o desfile tenha sido acusado de apropriação cultural – Elsa Hosk usou asa de dragão nas costas, símbolo importante para a cultura chinesa -, e a cultura da lingerie das chinesas ainda seja muito diferente da das ocidentais, a popularidade da marca na China só cresceu. Outro ponto para a marca ter escolhido o oriente para seu desfile deste ano, é o fato de suas vendas terem diminuído no ocidente. Em 2015, a receita líquida da marca caiu 38% em relação ao ano anterior, para US $ 941 milhões.  

O desfile vai apresentar coleção-cápsula assinada à marca pela Balmain. No dia seguinte do desfile, a label vai disponibilizar parte da coleção cápsula em suas lojas físicas e online, aderindo pela primeira vez os moldes See-Now, Buy-Now.