28.07.2016  /  14:34

Operação Lava Jato pode ter desembarcado em Londres. Entenda!

Londres || Créditos: Getty Images
|| Créditos: Getty Images

O jornal inglês “The Guardian” publicou nesta quinta-feira uma reportagem exclusiva na qual afirma que o empresário Expedito Machado Neto, filho do ex-presidente da Transpetro e delator Sérgio Machado, teria investido mais de £ 21 milhões (R$ 90,3 milhões) entre 2014 e 2015 no mercado imobiliário londrino.

O valor teria sido empregado na compra de salas comerciais na Fleet Street, no centro de Londres, além de um apartamento em Mayfair, bairro nobre da capital inglesa, e de um terreno na zona portuária de Leeds. O aluguel dessas propriedades, segundo o “The Guardian”, renderia a Expedito “milhares de libras” por ano.

Para o “The Guardian”, há grandes chances de que os bens tenham sido adquiridos com dinheiro de propinas da Petrobras. Por meio de seus advogados, Expedito afirmou que os valores atribuídos a ele na reportagem vêm da venda de um dos negócios de sua família. Expedito, de 31 anos, mora em Londres há quatro. Na delação de seu pai, ele é citado como suposto intermediador do esquema. (Por Anderson Antunes)

*

Em tempo: a assessoria de Expedito Machado afirmou, em nota, que todas as informações requeridas foram prestadas à Justiça e que todos os seus bens estão declarados. Ressaltou ainda que Machado tem vida empresarial independente, tendo vendido seu grupo educacional, com mais de 50 mil alunos e 200 escolas, em 2012, e que seus sigilos fiscal e bancário estão protegidos no processo por segredo de justiça.