08.03.2017  /  17:08

Olivier Anquier sobre a Austrália, próximo foco de seu programa: “Animal, literalmente”

Olivier durante sua passagem pela Austrália || Créditos: Reprodução Instagram
Olivier durante sua passagem pela Austrália || Créditos: Reprodução Instagram

Olivier Anquier desembarcou na Austrália em outubro do ano passado para gravar mais uma temporada do seu programa “Diário do Olivier”, apresentado no canal GNT há 19 anos. Ele e equipe desbravaram o país por aproximadamente 30 dias para gravar os 13 episódios com duração de 1h30. Para comemorar o lançamento da temporada, Olivier armou uma aula gastronômica com a presença do embaixador australiano John Richardson na Soul Kitchen Lab, nos Jardins, nessa terça-feira. Confira abaixo alguns highlights do que Olivier contou sobre a viagem.

Turistando

“O turismo é um dos grandes responsáveis pelo PIB. O povo australiano sabe fazer turismo muito bem. Sabe receber, organizar, preservar e valorizar o que justamente traz turista. A natureza, as praias são muito bem preservadas. Daí eu fico pensando naquele riozinho em São Conrado no Rio de Janeiro, que atravessa a praia e eu nunca vi peixinho. É essa a diferença. É muito bom de ver que é possível”, contou ele que fez sua primeira parada na ilha Kangaroo. “A ilha fica no sul da Austrália e é muito encantadora. Primeiro porque ela vive apenas do que produz. Seja vegetal, animal, energia, tudo é produzido lá.”

Descobertas

O país se destaca na criação de ovelhas. A carne de cordeiro e a lã são muito famosos e eles tiveram a oportunidade de gravar em uma sheep station, as fazendas de cordeiro. “Tem fazendas gigantescas e é muito tradicional. A alimentação em geral é a base de carne e peixes. As famílias têm o costume de cozinhar em casa e se sentar à mesa. Muito churrasco, afinal a qualidade da carne é excepcional. E tive a oportunidade de conhecer a carne de canguru que até então não tinha comido. Fui numa aldeia aborígene para eles me preparem da maneira mais simples do mundo e foi uma descoberta interessante, no sentido bom. A maneira de preparar era bem roots e foi surpreendente. Descobri também esta sobremesa australiana a Pavlova. E todo o leque de frutos do mar. Eles têm as águas mais ricas do mundo e por isso os crustáceos são sensacionais.”

Dificuldades

Durante a viagem um membro da equipe atropelou de moto um canguru na estrada. Um dos momentos mais tensos do programa, segundo o diretor Gui Vieira, “o canguru saiu da moita e pegou a moto de um deles”.

“Tem-que-ir”

“Não é um país para se passar uma semana de férias porque é muito longe. Mas tem que ir uma vez na vida. Ah, me apaixonei pelo Fish Market de Sidney é incontornável. Animal, literalmente.”

O programa estreia nesta quinta-feira as 20h30 no canal GNT. Não vai perder!