03.05.2019  /  8:57

Oliver Stone mantém contatos com editoras dos EUA para escrever livro de memórias

Oliver Stone || Créditos: Reprodução

Considerado um dos cineastas mais controversos de Hollywood na atualidade, Oliver Stone decidiu se aventurar no mundo literário mais uma vez: aos 72 anos, o diretor por trás de clássicos da telona como “Platoon” e “JFK” e que tem três Oscars no currículo se reuniu com os executivos de algumas das maiores editoras dos Estados Unidos para discutir a possibilidade de escrever um livro de memórias.

Stone estudou na prestigiada Tisch School of the Arts da New York University, e antes de partir para a terra do cinema lutou na Guerra do Vietnã. Foi nessa época que ele lançou seu primeiro romance, “A Child’s Night Dream”, que escreveu com apenas 19 anos, logo que foi dispensado do serviço militar e retornou para os Estados Unidos.

Autor de declarações polêmicas, como a de que o furacão Sandy – que atingiu os EUA no fim de 2012 – seria um “castigo da mãe natureza” para o então presidente americano Barack Obama por não ter dado a devida atenção ao meio ambiente, o último grande trabalho dele foi a série documental “The Putin Interviews”, na qual entrevistou o presidente da Rússia Vladimir Putin. (Por Anderson Antunes)