18.10.2019  /  17:21

O romancista, contista e jornalista Ignácio de Loyola Brandão toma posse na Academia Brasileira de Letras

Ignácio de Loyola Brandão toma posse na Academia Brasileira de Letras // Divulgação

O romancista, contista e jornalista Ignácio de Loyola Brandão toma posse na Cadeira 11 da Academia Brasileira de Letras, nessa sexta-feira, no Rio. Brandão foi eleito no dia 14 de março deste ano, na sucessão de Helio Jaguaribe, que morreu em 9 de setembro de 2018.

“Ele é um escritor puro-sangue, radical. Sua obra, consagrada no Brasil e no exterior, traz um misto de alta cultura e ironia, olhar incisivo e viés experimental. Os romances ‘Zero’ e ‘Não verás país nenhum’ já se tornaram patrimônio de nossa ficção. Ignácio renova e enriquece a Casa de Machado”, comemora o Presidente da ABL, Marco Lucchesi.

Ignácio nasceu em Araraquara, interior de São Paulo, em 1936. Jornalista na sua cidade natal, se mudou para São Paulo aos 21 anos, onde continuou sua carreira. Viveu em Roma e depois em Berlim. Em 2008, ganhou o prêmio Jabuti, com ‘O Menino que Vendia Palavras’, considerado a melhor ficção daquele ano, e em 2016, recebeu o Prêmio Machado de Assis da Academia Brasileira de Letras pelo conjunto de sua obra. Glamurama é fã!