09.06.2019  /  9:00

O céu é o limite! Conheça as 8 casas mais caras do mundo e quem vive nelas…

O céu é o limite para uma turma das mais endinheiradas do planeta quando o assunto é ‘lar doce lar’. Propriedades de milhões – e até bilhões – de dólares provam que morar bem pode atingir níveis inimagináveis. Aliás, a palavra de ordem é ostentar. Quartos mil, banheiros cinematográficos, piscinas de tirar o fôlego, cinema privativo, pista de boliche, heliporto, spa, academia, obras de arte, mobiliário histórico, jardins de dar inveja a Versailles… E um séquito de funcionários para dar conta disso tudo. Conheça as casas mais caras – e poderosas – do mundo:

Antilia Tower (Mumbai)
Residência de 27 andares projetada para o bilionário indiano Mukesh Ambani. O pé direito altíssimo chama a atenção, pois o prédio tem a mesma altura de um edifício de 60 andares. O design é inspirado no sol e lótus. Os seis primeiros andares são dedicados ao estacionamento para abrigar até 168 carros. No sétimo andar, uma estação de carros particular, onde abastece, lava e faz até consertos mecânicos. A casa conta com cinema, academia, sala de ioga, estúdio de dança, spa privativo, salão de festas, templo, 9 elevadores, 3 heliportos, jardim no terraço e uma sala de neve artificial. São necessários 600 funcionários ao todo para as atividades diárias na residencia.

Valor estimado: US$2 bilhões

Villa La Leopolda (Villefranche-sur-Mer, França)
Propriedade de 50 acres com 11 quartos e 14 banheiros, pertence a Lily Safra, viúva do banqueiro brasileiro Edmond Safra. Foi construída pelo Rei Leopoldo II da Bélgica em 1902 como um presente para sua amante, Blanche Zélia Joséphine Delacroix. Posteriormente pertenceu a Gianni Agnelli, fundador da FIAT. Tem 80 mil metros quadrados,  19 quartos, estufa comercial, heliponto, várias cozinhas, pista de boliche e um jardim com mais de 80 mil oliveiras. Tanto luxo foi o cenário do filme “Ladrão de Casaca”, de Hitchcock.

Valor estimado: US$ 750 milhões

Villa Les Cedres (Saint-Jean-Cap-Ferrat, França)
Em 2017, quando foi colocada à venda, era considerada a mais cara do mercado. A vila pertence a Davide Campari-Milano, do grupo Campari, tem 35 hectares de jardins, 14 quartos, piscina olímpica e um design no estilo Belle Époque. Construída em 1830, tem 18.000 m², 35 hectares de jardins com mais de 14 mil espécies de plantas, celeiro, 30 estábulos, capela privativa e 20 estufas. Além disso, ela possui valor histórico pois foi residência do rei Leopoldo II em 1904.

Valor estimado: US$ 410 milhões

Le Palais Bulles (Théoule-sur-Mer, França)
Com vista para o mediterrâneo, a casa de visual exótico tem três piscinas, vários jardins, um anfiteatro de 500 lugares e pertence hoje a Pierre Cardin. Já foi palco para diversos eventos luxuosos.

Valor estimado: US$ 390 milhões

The Odeon Tower Penthouse (Mônaco)
Apartamento de 3251m², que ocupa diversos andares e possui um elevador privado. Para completar, a casa possui um toboágua que vem do andar superior até uma incrível piscina de borda infinita.

Valor estimado: US $ 330 milhões

Four Fairfield Pond (Nova York)
Em estilo renascentista italiano, a casa pertence ao investidor americano Ira Rennert e fica em um terreno de 63 acres à beira mar. Possui 29 quartos e 39 banheiros, quadra de basquete, de tênis e de squash, uma pista de boliche, três piscinas, teatro e garagem para até 100 carros.

Valor estimado: US$ 248 milhões

220 Central Park South Penthouse (Nova York)
Com vista para o Central Park, a penthouse se tornou a propriedade mais cara já vendida nos Estados Unidos, comprada pelo investidor e empresário Ken Griffin. A residência possui spa, clube de atletismo, restaurantes privativos e instalações de entretenimento.

Valor estimado: US$ 238 milhões

18-19 Jardins do Palácio de Kensington (Londres)
Com 19 mil m², a residência já foi a embaixada do Egito e da Rússia, mas o empreendedor David Khalil uniu os dois prédios e os transformou em uma casa incrível. Atualmente o proprietário é o poderoso empresário indiano Lakshmi Mittal.

Valor estimado: US$ 222 milhões